Nacional
Filipa Castro: 'Nem uma grande paixão me vai tirar esta dor'
Clinica Persona com nova Embaixadora- Filipa de Castro Foto: Divulgação
Cátia Soares em 22 de Fevereiro de 2017 às 09:50

 

Filipa Castro, que atravessa um momento difícil desde a morte da mãe, Gina, no final de 2016, vítima de cancro, aos 61 anos, assume que gostava de voltar a apaixonar-se.

“Nem uma grande paixão que possa acontecer me vai tirar esta dor. Não penso sequer em novos amores. Se calhar, ainda não estou preparada para isso, porque a morte da minha mãe deixou-me emocionalmente bastante em baixo, e, se calhar, eu preciso de viver agora este luto sozinha. Se me aparecer alguém não viro as costas, como é óbvio, mas, sinceramente, acho que, neste momento, nem eu, se calhar, deixo que isso aconteça, porque estou a passar por uma fase complicada, fecho-me e até me afasto das pessoas, mas não é por mal. Se acontecer um novo amor… ótimo! Vai ajudar-me, sem dúvida, a não pensar tanto e vai ajudar a apaziguar esta dor”, admitiu.

 

 

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
Mercado
pub
Outros títulos desta secção