Nacional
Redação Lux em 9 de Agosto de 2016 às 07:00
Fotos: Fernanda Serrano e Pedro Miguel Ramos descansam com os quatro filhos no Algarve

Este ano, não há férias de verão para Fernanda Serrano, que está a gravar a telenovela “A Impostora”, mas a atriz não deixa que a família sofra com isso.

Para compensar os filhos, Fernanda e o marido, Pedro Miguel Ramos, têm ido para o Algarve quase todos os fins de semana.

Como habitualmente, é na Praia dos Salgados (Albufeira) que desfrutam de momentos de lazer com os filhos, Santiago, de 11 anos, Laura, de 8, Maria Luísa, de 7, e Caetana, que completou um ano em 3 de julho. “Quando estou com os meus filhos, as atenções e os mimos vão todos para eles. É qualitativo, como sempre desejo”, explica a atriz.

A Lux testemunhou um desses momentos de descanso: “Foi um fim de semana para descansar, dormir e estar com os meus filhos, para estar em família”, conta a atriz. Apesar de ter quatro filhos, um deles ainda bebé, Fernanda garante que tem tudo organizado para conseguir descansar: “Tenho o esquema bem montado e oleado. Nem sempre é tranquilo, mas desfruta-se de todos os momentos”, assegura. Santiago, Laura e Maria Luísa divertiram-se a praticar bodyboard, enquanto Caetana esteve sempre resguardada do calor.

“Ela é bem disposta e de ideias fixas”, diz Fernanda sobre a benjamim da família. 

A atriz e o marido já estiveram no Algarve a dois e aproveitaram para namorar nessa altura. “Com quatro filhos, é impossível ter tempo para os dois”, reconhece Fernanda.

A gravar “A Impostora” há vários meses, a atriz vai passar o verão a trabalhar. “Não vou ter férias de verão. Talvez em setembro consiga ter uns dias, entre o final da novela e o início da escola dos miúdos”, diz.

Casados desde 28 de agosto de 2004, Fernanda e Pedro têm uma relação sólida e que tem sobrevivido às mais duras provas, incluindo a morte do pai do empresário e apresentador num trágico acidente de viação e a luta que a atriz travou contra um cancro da mama. Sobrevi­veram a tudo e saíram mais fortes dessas difíceis batalhas.

Estão juntos há 13 anos e casados há 12: “São 12 anos de um casamento perfeitamente normal. Com muito bons momentos e com momentos menos bons, como muitos dos casamentos que eu conheço. Somos pessoas normais. Eu nunca quis fazer crer e nunca disse que era um casamento de príncipes e princesas. Não existem relações nem casamentos perfeitos. (...) É um ajuste contínuo que acontece para todo o sempre durante essa vida em conjunto. Mas depois há valores muito mais importantes em complemento ao amor, ao respeito e à confiança, que é a família que se constrói. Às vezes é muito fácil, quando as coisas correm menos bem, desistir. Bater a porta e desistir. 
Eu não acredito que muitas pessoas não sintam isso… Todos nós já passamos por momentos desses em vários dias da nossa vida. É muito mais fácil desistir. Não pensamos é no depois, no vazio do depois”, disse à Lux em fevereiro deste ano, numa entrevista em que assumiu que a vida já pôs o casal à prova, mas que o amor falou sempre mais alto: “As vicissitudes da vida foram muitas, é verdade. Mas faz-nos querer fazer mais e melhor e acreditar ainda mais. Se fosse tudo fácil, se calhar eu não valorizava tanto a relação que tenho. Por isso, faz-me olhar ainda mais para dentro da relação, para dentro de casa e para a minha família com olhos de mãe e de mulher”, confidenciou então a atriz.

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
Mercado
pub
Outros títulos desta secção