Nacional
Isabel Moreira: “Como é que,em 2016, se pergunta a uma mulher porque é que tem Tinder?
Isabel Moreira - Evento "Capazes de Muito Mais" 18.12.15 Foto: Tiago Frazão Lux
Nair Coelho em 12 de Março de 2016 às 08:00

O Tinder, uma aplicação que é conhe­cida por promover encontros, é usado por milhares de pessoas em todo o mundo. Isabel Moreira, deputada do PS, de 39 anos, aderiu à aplicação há cerca de três anos. Associado ao seu perfil, é possível ver algumas fotografias suas, descontraída, em biquíni, e logo surgiramnotícias sobre o tema.

“Como é que,em 2016, se pergunta a uma mulher porque é que tem Tinder? Há dezenas de figuras públicas do sexo masculino no Tinder. Porque é que não lhes perguntaram porque estão lá?”, disse à Lux, criticando o conteúdo do artigo em questão.

Para a deputada do PS, esta não é “uma agressão à pessoa Isabel Moreira, mas uma questão de género, uma agressão a todas as mulheres”. Várias pessoas reagiram à indignação da deputada e deixaram comentários ao post feito por Isabel  Moreira, como a jornalista Fernanda Câncio e o antigo deputado socialista Miguel Vieira de Almeida, que escreveu: “Estou no Tinder. E no Grindr. E numa catrefada de outras coisas, com o meu nome e a minha cara. Em rigor, no que bem me apetecer e me der na real gana, desde que não abuse de ninguém. Ah, mas não lhes interessa, pois é: já não sou depu­tado, sou gay assumido (a coisa perde logo a graça e o potencial, não é?) e, sobretudo, não sou mulher.”

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
pub
Outros títulos desta secção