Nacional
Rita Pacheco em 8 de Março de 2017 às 18:00
Marta Andrino fala na luta da mãe contra o cancro
1/3 - Marta Andrino com o filho Manuel - Apresentação do programa Membership do Oceanário 18.02.17 Foto: Tiago Frazão/Lux
2/3 - Marta Andrino com o filho Manuel - Apresentação do programa Membership do Oceanário 18.02.17 Foto: Tiago Frazão/Lux
3/3 - Marta Andrino com o filho Manuel - Apresentação do programa Membership do Oceanário 18.02.17 Foto: Tiago Frazão/Lux

Numa manhã divertida, Marta Andrino levou pela primeira vez o filho, Manuel, de 1 ano, ao Oceanário de Lisboa.

“É a primeira vez no Oceanário e vai ser a loucura porque ele gosta muito de animais”, conta a atriz que garante que desde o nascimento do filho, a sua vida não sofreu grandes alterações a nível de saídas.

“Sempre fiz programas destes, passeios, caminhadas... E desde que o Manel nasceu incluo-o nos programas, nada se alterou. Agora o que é bonito é a partilha e ver a emoção dele. Sempre vim ao Oceanário, mas agora tem outro sabor.”

A viver um momento familiar delicado, desde que a mãe foi diagnosticada com cancro da mama, Marta tem sido um dos maiores apoios de Carla Andrino:

“Estou sempre ao lado dela e a minha mãe está bem. Continua a trabalhar. Tudo o que houver para dizer será ela a dizer. Estamos juntas e o apoio está lá sempre. Estamos sempre em família”, afirma sem querer entrar em mais pormenores sobre a doença da mãe, que entretanto já iniciou os tratamentos e rapou o cabelo.

Além de continuar a trabalhar, Carla Andrino é também presença assídua na vida dos dois netos. Além de Manuel, a atriz é também avó de outro rapaz. 

“O Manel tem um primo da idade dele e acaba por ter um gémeo”[risos], diz Marta referindo-se ao filho do irmão: “Só têm quatro meses de diferença. O Manel é o segundo neto dos meus pais, num espaço de quatro meses. O meu irmão foi pai e eu fui mãe logo a seguir”.

A atriz assume que, por enquanto, voltar a ser mãe não está nos seus planos imediatos:

“Ele foi superplaneado, e ainda não há planos para o próximo. Mas gostaria que ele tivesse irmãos, sim”.

Marta Andrino revela que Carla é uma avó muito babada:

“É muito. Somos muito presentes nestas fases todas deles, porque passam muito rápido. E a minha mãe está sempre lá. O Manel já diz avó, já diz avô, e a interação entre eles é muito boa.”

Na visita ao Oceanário, a propósito do programa Membership, além do lado lúdico e divertido, Marta fez questão de transmitir ao filho a importância da conservação dos oceanos, algo que deve “começar muito cedo.

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
pub
Outros títulos desta secção