Nacional
Natália Ribeiro em 17 de Março de 2017 às 06:00
Personalidades Masculinas Lux: Os homens que marcaram 2016

A Lux voltou a premiar o talento, o profissionalismo e a dedicação dos homens portugueses.

Estão escolhidos os homens que mais se destacaram no ano passado. Os leitores da Lux e os utilizadores do site Lux.pt elegeram as Personalidades Masculinas de 2016, entre os 39 nomeados
que se destacaram nas categorias de Música, Cinema, Teatro, Televisão (Ficção, Entretenimento e Informação), Literatura, Artes Plásticas, Moda, Desporto, Política, Negócios e Solidariedade.

Prémios que homenageiam o talento português em várias áreas e que são já uma tradição da Lux

Depois de um ano memorável, com quase 30 concertos nos Coliseus de Lisboa e do Porto, em dupla com Miguel Araújo, e o lançamento do álbum “Até Pensei que Fosse Minha”, ANTÓNIO ZAMBUJO é o grande vencedor na categoria de Música deixando para trás artistas como Agir e Dengaz.

No Cinema, 2016 foi o ano de NUNO LOPES. A interpretação do ator no filme “São Jorge”, no
papel de um pugilista, valeu-lhe os votos da maioria dos leitores da Lux que o preferiram aos realizadores Ivo Ferreira, no filme “Cartas da Guerra”, e a Marco Martins, com o filme “São Jorge”.

No Teatro, o eleito é o veterano RUY DE CARVALHO. Com 74 anos de profissão e 90 de vida, o ator mantém-se ativo e com um ritmo invejável. No ano passado, brilhou na peça “As Árvores Morrem de Pé” e “Trovas & Canções”, onde partilhou o palco com o filho e o neto.

Na categoria Televisão (Ficção), é o talento de DIOGO INFANTE a ser distinguido. O ator, que venceuJosé Mata em “Amor Maior” e Ricardo Pereira em “Liberdade, Liberdade”, destacou-se
como protagonista da telenovela A Impostora”, da TVI.

No Entretenimento, MANUEL LUÍS GOUCHA é, novamente, o campeão dos votos. O senhor das manhãs da TVI bateu Daniel Oliveira, apresentador do programa “Alta Definição”, da SIC , e o comunicador Pedro Fernandes, da RTP, ganhando o troféu pelo sexto ano consecutivo.

Na categoria Informação, o escolhido é JOSÉ ALBERTO CARVALHO da TVI, que ganhou a corrida a dois “concorrentes” na RTP e na SIC, Carlos Daniel e Rodrigo Guedes de Carvalho, respetivamente.O pivot do “Jornal das 8” ganhou a preferência dos leitores da Lux quer pelo seu trabalho no principal espaço de informação da estação de Queluz de Baixo, quer como moderador do “21ª Hora”, da TVI24.

Vencedor do prémio dos Oceanos em 2016, JOSÉ LUÍS PEIXOTO é também o preferido dos leitores
da Lux ,na categoria Literatura, que reconhecem o seu trabalho no último ano. O escritor, natural de Galveias, derrotou Afonso Cruz, autor de “Nem Todas as Baleias Voam” e “Vamos Comprar um Poeta”, e João Tordo, com a reedição do livro “Biografi a Involuntária dos Amantes”.

Nas Artes Plásticas, a vitória é de Alexandre Farto, conhecido como VHILS, à frente do fotojornalista Mário Cruz e do artista plástico Sérgio Odeith. O criador de arte urbana, de 30 anos, recolheu a maioria dos votos num ano em que inaugurou a primeira exposição individual“Debris”, em Hong Kong; e em que recebeu o prémio personalidade do ano da Associaçãoda Imprensa Estrangeira em Portugal.

Na Moda, o destaque vai para NUNO GAMA. O consagrado estilista, de 50 anos, comemorou, no ano pasado, 30 anos de carreira e continua a deixar a sua inconfundível marca no mercado nacional.
Para trás, ficaram o manequim Fernando Cabral e o jovem estilista Luís Carvalho.

No Desporto, o vencedor é um nome incontornável do futebol português: CRISTIANO RONALDO. Nomelhor ano da sua carreira, o futebolista é o preferido dos nossos leitores e junta assim mais um prémio aos muitos já conquistados: Liga dos Campeões, Euro 2016, Supertaça Europeia, Mundial de Clubes, melhor jogador do mundo da FIFA e Bola de Ouro. Num ano histórico para o futebol nacional, Cristiano Ronaldo bateu o seu selecionador Fernando Santos e o guarda-redes nacional, Rui Patrício.

Na Política, o prémio Personalidade Masculina 2016 vai para MARCELO REBELO DE SOUSA que conquistou os portugueses, e os leitores da Lux, no primeiro ano como Presidente da República. Elogiado pela afetividade com que exerce o cargo, Marcelo Rebelo de Sousa superou os outros nomeados, o primeiro-ministro, António Costa, e o secretário-geral da ONU, António Guterres.

JOSÉ AVILLEZ vence, pelo segundo ano consecutivo, na categoria de Negócios. No ano passado, o chef, que tem duas estrelas Michelin, abriu o “Bairro do Avillez”, um projeto que combina mercearia e taberna com charcutaria. Ganhou a Mário Ferreira, da Douro Azul, e a Pedro Queiroz Pereira, da
Semapa.

SALVADOR MENDES DE ALMEIDA mereceu a maioria dos votos na categoria Solidariedade pelo seu trabalho na Associação Salvador, superando Frederico Fezas Vital, que após dez anos deixou a presidência da Terra dos Sonhos, e Hunter Halder, fundador do Refood, movimento que luta contra o desperdício alimentar.

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
Mercado
pub
Outros títulos desta secção