Nacional
Profundamente ofendido, Eduardo Beauté dirige-se a Luís Borges nas redes sociais
Eduardo Beauté e Luís Borges - Inauguração da exposição «A Sonnet of every breath» no Petit Palais 19.02.16 Foto:Tiago Frazão/Lux
Redação Lux em 13 de Dezembro de 2016 às 15:30

Uma semana depois de formalizado o divórcio entre Eduardo Beauté e Luís Borges, eis que  o conflito entre os dois "salta para a rua" com o cabeleireiro a dirigir publicamente uma mensagem bastante áspera ao manequim.

"...a única que tenho a certeza de que chegará até ti, que é via Facebook, que muitos me condenam, mas quem sabe do que se passa no convento é quem lá está dentro".

Eduardo Beauté frisa que tem todos os contactos com Luís Borges bloqueados e exige um pedido de desculpas por várias ofensas dando exemplos de "agressividade verbal" por parte do manequim que assegura não voltar a tolerar.

Para Luis Borges:

(Não sei se recebeste esta msg que te reencaminho do outro número que supostamente estará também bloqueado como todos os contactos possíveis entre nós que tu bloqueaste. Assim decidi reencaminhar por este meu novo novo número que certamente ainda não bloqueaste. Caso não obtenha um pedido de DESCULPAS por todas as ofensas que me acabaste de fazer, é porque não terás tido acesso ás minhas msgs. Aí, só terei novamente uma forma de te fazer chegar esta msg, que será a única que tenho a certeza de que chegará até ti, que é via Facebook, que muitos me condenam, mas quem sabe do que se passa no convento é quem lá está dentro.)

"Luis, tentei falar contigo para bem de todos, porque se aproxima uma quadra especial e também o aniversário da Lu e a cerimónia de batismo dela e do Edu, mesmo eu sabendo que para ti não é muito importante, porque até teres tido esta família que eu e mais três crianças faziam parte, tu nunca tiveste uma estrutura familiar e também nunca soubeste o que são laços familiares e mesmo nestes oito anos de vida em comum contigo, não consegui incutir-te essa riqueza a que se chama FAMÍLIA. Mas mesmo com desprezo e indiferença nas responsabilidades de um pai, que tens demonstrado, achei que deveria de tentar encontrar uma solução para estas datas tão importantes e por isso três meses depois de não falarmos a não ser no dia do divórcio, decidi usar o teu contacto telefónico por outro número que te era desconhecido, em que tu atendeste mas mais uma vez recebeste-me com 10 pedras nas tuas palavras. És uma pessoa muito agressiva e de muito má educação por causa dos teus traumas e revoltas de infância e adolescência, que não são novidade para ninguém porque já falaste várias vezes deles publicamente e foi também por essa tua agressividade que faz parte de ti e que eu durante estes anos que estive contigo aguentei por amor, mas em particular nos últimos três foram muito maus e foi também essa tua agressividade verbal mas muito violenta que se destruiu a minha/nossa vida familiar, tendo chegado ao ponto de o divórcio ser a solução, mas que pôs fim á realização do meu sonho de familia, mas que não vou deixar morrer. Nunca te esqueças que nesta nossa ultima conversa que motivou enviar-te esta msg, conversa essa que não durou mais de 3 minutos, iniciaste por me chamar FILHO DA PUTA, mandaste-me FODER e ir para o CARALHO por duas vezes. Nunca me irei esquecer disto. Garanto-te que não o voltaras a repetir. Tens muita mágoa e rancor dentro de ti, precisas de te tratar.
Boa sorte...
Eduardo "

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
Mercado
pub
Outros títulos desta secção