Nacional
Rita Pacheco em 14 de Outubro de 2016 às 13:00
Aos 75 anos, exuberância e tropicalidade de Ney Matogrosso encantam plateia do Casino Estoril

A idade - 75 anos - não é um entrave para que Ney Matogrosso continue a encantar plateias com a sua enorme energia, exuberância e tropicalidade.

Com um estilo que agrada a várias gerações, o cantor subiu ao palco do Casino Estoril para um concerto memorável. Ruy de Carvalho confessou ser fã do cantor:

“Gosto muito de ouvir o Ney Matogrosso. Acho muito bem toda a fantasia que tem, toda a forma como encara a vida e o espetáculo. Ele é todo arte. Sou um apaixonado por música, não trabalho sem ela, mas música tocada por músicos, que sabem mesmo de música. E ele sabe. É um homem muito preciso no seu trabalho e tudo o que faz é com alma e para servir as pessoas.”

Isabel Figueira também não perdeu a oportunidade de ouvir Ney, ao vivo:

“Vim com um grupo de amigas, que me desafiaram, e não pude recusar. É um concerto num registo diferente dos festivais, mas devo dizer que um espetáculo neste ambiente, mais luxuoso, também me agrada.”

Para Rogério Samora foi como um reencontro:

“Conheço o Ney Matogrosso há muitos anos, estive num jantar em casa dele, em 87 ou 88. Estava no Brasil a fazer uma longa-metragem e fui convidado pela pessoa que me estava a agenciar. Fui lá jantar e teve muita graça. Conheço a obra toda dele e ainda tenho discos de vinil”, afirmou o ator. 

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
Mercado
pub
Outros títulos desta secção