Nacional
Roberto Leal defende Maitê Proença
Roberto Leal e Maitê (Lux)
Redação Lux em 5 de Novembro de 2009 às 10:05
«Tenho certeza que se pintou um quadro muito maior do que é. Eu sei que Maitê tem amor por Portugal, é de família portuguesa, e sempre o que vi dela foi muito brilhante. Ela é linda por dentro e por fora», evidencia Roberto Leal em entrevista ao Ego.

Questionado directamente sobre o incidente com a polémica do vídeo de Maitê, o cantor português desdramatizou o assunto: «Ela só queria fazer graça com algo com que estava à vontade. Só se brinca com a família e com os amigos. Eu tenho certeza que foi por aí. Ela é inteligente suficiente para não fazer algo que pudesse magoar os portugueses».

Roberto Leal lembra ainda um episódio semelhante ocorrido: «Foi a mesma coisa com os Mamonas Assassinas (com a música «Vira-Vira»). Alguns disseram que era um desrespeito com a música portuguesa, pois tinha palavrão. Até que vi meu filho mais novo cantando, «nesse raio de suruba, ainda não comi ninguém...». Ele nem entendia o significado, só via que era uma música parecida com a do pai. Eu ia reclamar? A comunidade portuguesa fez abaixo-assinado, reclamou. E os Mamonas acabaram em primeiro lugar em Portugal. Inclusive, no dia seguinte que aconteceu aquela fatalidade, eles tinham viagem marcada para Lisboa, onde nós íamos passear pelo Tejo. Eu seria o anfitrião».
Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
pub
Outros títulos desta secção