Nacional
Lux Bastidores: Quando as cenas exigem partir o décor
Ana Sofia Martins
Redação Lux em 28 de Julho de 2017 às 18:00

A novela “Ouro Verde”, da TVI, está prestes a chegar ao fim e quem tem acompanhado tem assistido à “autodestruição” de Vera, personagem interpretada por Ana Sofia Martins. E como as cenas não são só amor e risos a Lux presenciou isso mesmo: uma cena violenta, onde houve muita loiça partida.

“Foi uma cena um bocadinho intensa. São cenas muito duras para mim, ver a destruição da minha personagem. Gosto da Vera, mas fico feliz que este comece a ser o desfecho dela, porque ela já fez tantas maldades.. Mas são cenas muito duras, estou toda marcada das algemas, sinto-me desgastada e daqui a umas cenas já entro outra vez, portanto, agora é esquecer que isto aconteceu, ir ouvir uma musiquinha boa, em vez de heavy metal, punk rock, como ouço antes de cenas como esta”, contou Ana Sofia à Lux, enquanto fazia uma das pausas para passar à cena seguinte.

“A preparação já vem de ontem. Já li o texto aos gritos em casa, depois baixinho, faço cadências diferentes, ouço muito metal e muito punk rock, salto muito, ando aí aos encontrões a tudo e a todos e depois a cena acaba por sair como vocês viram. Espero que o resultado seja bom, porque o desgaste é tanto… e depois é uma confusão, porque onde é que acaba a Vera e começa a Sofia? Sinto que me entrego de corpo e alma, literalmente”, confessou ainda, visivelmente cansada.

Durante a cena, Ana Sofia ficou ferida nos pulsos, das algemas, e revelou ter algum receio de magoar os colegas em cenas mais violentas. “Sem querer, isso acaba por acontecer. No entanto, geralmente, magoo-me sempre a mim, porque tenho o cuidado de estar a pensar nos outros. Nesta cena, quando atirei a frigideira, senti-me péssima, porque ele fez uma cara má e teve uma reação tão boa que pensei que o tinha queimado mesmo.”

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
Mercado
pub
Outros títulos desta secção