Notícias
Zika: OMS aumenta para seis meses recomendação de sexo seguro para homens e mulheres
Microcefalia poderá não ser consequência direta do zika
Redação Lux em 7 de Setembro de 2016 às 09:04

A Organização Mundial de Saúde (OMS) aumentou hoje de oito semanas para seis meses o período para abstinência ou sexo protegido para todas as pessoas que regressem de países onde o vírus do Zika está ativo.

Esta recomendação dirige-se a todas as pessoas, quer tenham ou não sintomas, e não apenas aos casais que estejam a pensar conceber um filho, especificou a organização, em comunicado.

“A OMS recomenda a prática de sexo seguro ou abstinência por um período de seis meses para homens e mulheres que regressem de áreas de transmissão ativa para prevenir a infeção pelo vírus do Zika por via sexual”, declarou a agência.

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
Mercado
pub
Outros títulos desta secção