Internacional
Eurodeputado polaco punido por declarações sexistas contra as mulheres
Eurodeputado polaco acha que mulheres são inferiores
Redação Lux em 14 de Março de 2017 às 12:47

O presidente do Parlamento Europeu anunciou hoje que decidiu impor “sanções sem precedentes” ao eurodeputado polaco de extrema-direita que proferiu declarações sexistas durante uma sessão plenária em Bruxelas no início do mês.

O deputado Janusz Korwin-Mikkle, que em 01 de março afirmou, durante um debate no hemiciclo, que “as mulheres devem ganhar menos do que os homens, pois são mais fracas e menos inteligentes”, vai perder 9.210 euros (dado ficar privado da diária de 307 euros durante 30 dias), suspenso de todas as atividades do Parlamento durante 10 dias e não poderá representar a assembleia durante um ano.

“Não tolerarei um comportamento destes, em particular vindo de alguém que é suposto desempenhar com a devida dignidade as suas funções enquanto representante dos povos da Europa. Ao ofender todas as mulheres, o deputado mostrou desprezo pelos nossos valores mais fundamentais”, afirmou hoje o presidente do Parlamento, Antonio Tajani, que considerou a punição “proporcional à gravidade da ofensa”.

   

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
Mercado
pub
Outros títulos desta secção