Internacional
Gwyneth Paltrow: 'Todos os meus amigos casados dizem que a maneira como vivemos é ideal e não devíamos mudar nada'
Gwyneth Paltrow Foto: Goop
Redação Lux em 6 de Agosto de 2019 às 10:20

Gwyneth Paltrow é uma atriz sobejamente conhecida. Vencedora de inúmeros prémios na representação, inclusivé, um Óscar (em 1999, por “Shakespeare in Love”), Gwyneth reinventou-se consagrando-se, no que chama “outro capítulo da sua vida”, como autora de quatro livros de culinária best-sellers do New York Times e fundadora e CEO da companhia de lifestyle Goop. Entre um capítulo e outro, teve um grande ponto de viragem com o fim do casamento com Chris Martin, vocalista dos Coldplay, pai dos seus dois filhos, Apple e Moses, hoje com 14 e 12 anos, respetivamente.

Numa entrevista recente ao Evening Standard, Gwyneth recorda como foi impiedosamente criticada pela ideia de ‘conscious uncoupling’ (desacasalamento ou separação consciente) com que fez o anúncio da separação.

“Estávamos a passar por um momento muito difícil e  a tentar gerir tudo e toda a gente ridicularizou-nos. Agora, as pessoas já não pensam que seja uma ideia assim tão louca”, explica, evidenciando que escolheu o termo porque a palavra divórcio parecia “demasiado brutal”.

E resultou, a atriz tornada empresária de sucesso de um negócio à escala global, assegura:

“Conseguimos permanecer verdadeiramente como uma família.  Chris é um amigo muito próximo, uma pessoa que vejo todos os dias, falo todos os dias e vejo que as crianças ultrapassaram a situação, por isso, estou orgulhosa de nós”.

“A estrutura da família pode ser reiventada e e o divórcio não tem de ser devastador. Penso que eu e o Chris estávamos destinados a estar juntos e ter os nossos filhos mas a nossa relação está muito melhor assim: amigos e co-pais”.

Inicialmente, assume que pensou que nunca voltaria a casar-se mas quando conheceu o argumentista e produtor americano Brad Falchuk soube que “não havia absolutamente hipótese alguma de não nos casarmos” e nem pensou duas vezes.

Dois anos depois de se terem conhecido numa festa em Londres, em junho de 2016, o casal subiu ao altar no jardim da casa de Paltrow em East Hampton, Nova Iorque. Casada pela segunda vez, Gwyneth está empenhada em que o casamento dure para sempre e, tendo ambos filhos de outros casamentos (Brad também tem dois filhos adolescentes), foram muito cautelosos em criar as condições perfeitas para as famílias acolherem as suas escolhas.

Numa entrevista intimista dada ao Sunday Times há poucas semanas, Gwyneth revela que um dos segredos da sua harmonia na relação com Brad consiste em não partilharem morada. O termo é já conhecido pela sigla LAT (Living Apart Together - ‘Viver Juntos Separados’) e torna-se comum na classe alta. Mantiveram as suas casas em Los Angeles, que são perto, e Brad passa quatro noites sob o mesmo teto que a atriz e as restantes três junto dos filhos do seu primeiro casamento.

“Todos os meus amigos casados dizem que a maneira como vivemos é ideal e não devíamos mudar nada”, partilha confessando que o modelo foi inspirado pela sua conselheira de casamento, a especialista em intimidade e  relações, Michaela Boehm. “Com filhos adolescentes temos de ser muito cautelosos”, acrescenta admitindo o sucesso da decisão. 

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
pub
Outros títulos desta secção