PUB
PUB
Internacional
Príncipe André não terá mais papéis oficiais como membro da família real britânica
Príncipe André fala pela primeira vez nas acusações sexuais em entrevista à BBC2
Redação Lux em 4 de Junho de 2020 às 14:25

O príncipe André não executará mais tarefas oficiais como membro da família real.

De acordo com o jornal The Sunday Times, "o príncipe Andrew, que se afastou da vida pública no ano passado 'por um futuro próximo', não retomará suas funções oficiais".

O filho da rainha de Inglaterra  anunciou a sua decisão de sair dos holofotes em novembro de 2019, depois da sua muita criticada entrevista à BBC no âmbito da sua ligação a Jeffrey Epstein, que se suicidou na prisão em agosto de 2019 detido no âmbito de um escândalo de abuso sexual.

De acordo com o Sunday Times "o príncipe esperava que sua mudança de status fosse temporária, mas essas esperanças desapareceram".

"A família real não tem 'planos de rever' a sua posição", adianta a publicação.

O novo documentário da Netflix, Jeffrey Epstein: Filthy Rich, alega que o príncipe Andrew apalpou uma mulher enquanto estava na ilha caribenha de Epstein no início dos anos 2000 e em julho de 2020 será lançado um livro, "Prince Andrew: Epstein and the Palace".

 

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

PUB
pub
PUB
Outros títulos desta secção