Internacional
Morreu o músico angolano Waldemar Bastos
Waldemar Bastos
Redação Lux em 10 de Agosto de 2020 às 14:30

O músico angolano Waldemar Bastos morreu hoje, dia 10 de agosto, de madrugada em Lisboa, vítima de cancro, aos 66 anos, disse fonte do gabinete de comunicação do Ministério da Cultura, Turismo e Ambiente de Angola.

Nascido na província de M'Banza Kongo, o cantor estava a realizar tratamentos oncológicos há um ano.

Waldemar Bastos foi galardoado com o prémio de New Artist of the Year nos World Music Awards em 1999 e, em 2018, foi distinguido com o Prémio Nacional de Cultura e Artes, a mais importante distinção do Estado angolano nesta área.

Waldemar Bastos foi o único "não fadista" a cantar na cerimónia de transladação, no Panteão Nacional, em Lisboa, do corpo de Amália Rodrigues, de quem era amigo.

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
pub
Outros títulos desta secção