Internacional
Princesa Haya da Jordânia recebe decisivo apoio do irmão
Princesa Haya bint Al-Hussein e o marido, Sheikh Mohammed bin Rashid al-Maktoum Fotos: Reuters
Redação Lux em 10 de Setembro de 2019 às 11:28

A princesa Haya da Jordânia, que abandonou o emir do Dubai Mohammed Bin Rashid e se refugiou no Reino Unido com os dois filhos,encontra-se imersa numa batalha judicial pelas custódias de Jalila, de 11 anos e Zayed, de sete.

Depois de vários meses em silêncio, na iminência de provocar uma crise diplomática, a casa real jordana tomou partido apoiando a princesa.

O rei Abdalá II, irmão da princesa Haya, nomeou-a chefe adjunta da missão da embaixada jordana no Reino Unido, gesto que valida a sua estadia no Reino Unido e que mostra o apoio incondicional do monarca.

Com este cargo, Haya integra o corpo diplomático da Jordânia, contando com imunidade e proteção tanto para ela como para os seus filhos.

Anteriormente, o seu outro irmão, o príncipe Alí da Jordânia, deixou claro numa declaração pública o apoio à irmã quando publicou uma foto abraçado à irmã com~a legenda: "Hoje com a minha irmã, a menina dos meus olhos, Haya bint Al-Hussein".

Recorde-se  que Haya bint al-Hussein, a sexta mulher do vice-presidente dos Emirados Árabes Unidos e emir do Dubai, estava desaparecida e surgiu em junho, em Londres, para onde afinal fugiu para se divorciar do marido.

A princesa de 45 anos, filha do Rei Hussein da Jordânia com sua terceira mulher, a Rainha Alia, e meia-irmã do Rei Abdullah II, fugiu com 35 milhões de euros e com os dois filhos, Jalila, de 11 anos, e Zayed, de sete.

O julgamento sobre a guarda dos filhos já começou na capital inglesa e a princesa conta com o apoio do irmão, o príncipe Ali bin Al-Hussein.

Já antes,  outra filha do emir, Latifa, de 33 anos, tentou fugir do pai alegadamente por maus tratos, acusando-o de tirania, no final do ano passado, mas foi intercetada na fuga.

A princesa da Jordânia e o emir do Dubai, de 70, casaram-se em 2004.

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
pub
Outros títulos desta secção