Internacional
Redação Lux em 17 de Julho de 2020 às 17:46
Solar Orbiter captura as 'imagens mais próximas de todos os tempos' do sol
1/4 - Agência Espacial Europeia 'Solar Orbiter' captura imagens do Sol Julho 2020 Foto: Dolar Orbiter ESA
2/4 - Agência Espacial Europeia 'Solar Orbiter' captura imagens do Sol Julho 2020 Foto: Dolar Orbiter ESA
3/4 - Agência Espacial Europeia 'Solar Orbiter' captura imagens do Sol Julho 2020 Foto: Dolar Orbiter ESA
4/4 - Agência Espacial Europeia 'Solar Orbiter' captura imagens do Sol Julho 2020 Foto: Dolar Orbiter ESA

A Agência Espacial Europeia 'Solar Orbiter' capturou as imagens mais próximas já tiradas ao Sol. As imagens foram captadas entre as órbitas de Vénus e Mercúrio, de acordo com a Agência Espacial do Reino Unido.

As impressionantes imagens foram tiradas pelo Solar Orbiter, a 47 milhões de milhas (75.63917 Km) da superfície da nossa estrela (o Planeta Terra fica a  152.04 milhões de quilómetros do Sol).

Foram descobertas minúsculas explosões solares que foram batizadas 'fogueiras de acampamento' pelos cientistas por trás da sonda.

As chamas solares são breves erupções de radiação de alta energia da superfície do Sol e essas 'fogueiras' são milhões de vezes menores que as chamas normais da estrela.

 

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
pub
Outros títulos desta secção