Internacional
Há um ano na prisão, Iñaki Urdangarin faz corridas e cultiva tomates
Inaki Urdangarin chega ao tribunal em Barcelona 16 julho 2013 Foto: Reuters
Redação Lux em 18 de Junho de 2019 às 11:48

Esta terça-feira, 18 de junho, assinala-se o primeiro ano desde a entrada de Iñaki Urdangarin na prisão de Brieva.

O marido da infanta Cristina volta agora a solicitar o terceiro grau com a  Junta de Tratamento da prisão para poder ter saídas temporárias mas tudo indica que o objetivo não será alcançado até ao final do ano.

Existem muitos fatores que irão influenciar a decisão dos membros do Conselho e ter uma rede socialde apoio é essencial, daí que Iñaki esteja a mover influências entre amigos e parentes para conseguir um emprego.

Recorde-se que o marido da Infanta Cristina pediu no início do ano para rever o seu regime de segundo grau para obter autorizações, mas viu o pedido negado.

Segundo a Vanitatis, o dia a dia de Urdangarin na prisão é passado em  total solidão. Guardado por dois oficiais que se revezam, Iñaki dispõe de  uma bicicleta estática para uso e diversão.

"Ele tem sido um atleta profissional, nunca parou de praticar desporto e precisava ter a sua bicicleta", explicou o seu advogado.

O marido da Infanta combina a bicicleta com corridas pelo quintal  e apego à religião. Além disso, tem um pequeno jardim no qual cultiva tomates.

As visitas da sua família têm sido frequentes, especialmente os seus irmãos, que vão vê-lo regularmente. Os filhos e a mulher acabaram por visitar menos vezes que o esperado já que a  Infanta, focada em cuidar dos filhos que estudam no estrangeiro, teve menos oportunidades de visitar o marido.

 

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
pub
Outros títulos desta secção