PUB
PUB
Internacional
A sofrer com um cancro, Françoise Hardy pede legalização da eutanásia
Françoise Hardy
Redação Lux em 20 de Dezembro de 2023 às 10:22

Françoise Hardy, que luta contra um cancro na faringe, escreveu ao presidente francês, Emmanuel Macron, pedindo-lhe que legalize a eutanásia, atualmente é proibida em França. A cantora de "Tous les garçons et les filles", que completa 80 anos no próximo mês de janeiro, revela que vive "um pesadelo" do qual quer sair "em breve e da forma mais rápida possível". 

Na carta, publicada no «jornal La Tribune du Dimanche, a artista francesa refere ainda a situação da sua mãe, que sofria da doença de Charcot, e à qual os médicos "facilitaram" a fase final da sua vida: "Ela confidenciou ao médico a vontade de não continuar sofrer dessa doença horrível. Ele disse-lhe para ela não se preocupar e que, quando ela quisesse, faria o que fosse necessário. Graças a dois médicos corajosos e compreensivos, a minha mãe não teve que ver o fim de uma doença incurável".

Hardy  descreveu a sua agonia diária  em entrevista à Paris Match: "A doença destrói a mente. A idade ajuda, mas a radioterapia impacta a cabeça, como é o caso das 55 radioterapias que fiz. Aos poucos vamos perdendo a memória e a falta de equilíbrio reduz seriamente as possibilidades de movimentação".

Já em 2021, três anos depois de ter sido diagnosticada com o cancro, Hardy tinha pedido a legalização da eutanásia.

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

PUB
pub
PUB
Outros títulos desta secção