Internacional
Ben Affleck confessa que o divórcio é 'o maior arrependimento' da sua vida
Ben Affleck - Estreia de "Liga da Justiça" em Londres 0411.17 Foto: Reuters
Redação Lux em 21 de Fevereiro de 2020 às 14:30

Ben Affleck  abriu o coração e confessou que o divórcio de Jennifer Garner é o  "o maior arrependimento" da sua vida. Em  entrevista ao New York Times, o ator, de 47 anos, assumiu que a sua dependência do álcool foi a causa da separação de Garner, com quem tem três filhos.

"Bebi relativamente de forma normal durante um longo tempo mas o que aconteceu foi que comecei a beber mais e mais quando meu casamento estava a desmoronar. Isto foi em 2015, 2016. A bebida, claro, criou mais problemas conjugais.”

Affleck diz que se sente arrependido, mas já não se sente envergonhado."A vergonha é realmente tóxica. Não há subproduto positivo da vergonha. É apenas uma sensação tóxica e hedionda de baixa autoestima e auto-aversão.", evidenciou.

Numa entrevista ao Good Morning America,o ator também frisou que não esperava que o seu casamento terminasse. "Nunca pensei que me fosse divorciar. Eu não queria me divorciar. Eu não queria ser uma pessoa divorciada. Eu realmente não queria ter uma família dividida com os meus filhos."

Affleck e Jennifer divorciaram-se em 2018 após dez anos juntos.  O casal  tem três filhos: Violet, de 14, Seraphina, de 11, e Samuel, de 7.

 

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
pub
Outros títulos desta secção