Internacional
Meghan e Harry lamentam a sua vida difícil
'Harry & Meghan: An African Journey'
Redação Lux em 21 de Outubro de 2019 às 15:12

Meghan Markle e o príncipe Harry decidiram abrir o coração e mostrar a sua faceta mais íntima numa rara visão dos bastidores da recente viagem durante a viagem do casal real com Archie a África, 'Harry & Meghan: An African Journey', lançado no domingo (20) no Reino Unido pela ITV.

Nas imagens, a Duquesa de Sussex comentou a pressão que tem vindo a sofrer por ser uma nova mãe dentro da realeza britânica e aos olhos do público admitindo que "não tem sido fácil".

"Qualquer mulher, especialmente quando está grávida, fica muito vulnerável, e isso foi realmente desafiador. E quando temos um recém-nascido... É muita coisa. Acrescente a isso apenas estar a  tentar ser uma nova mãe ou uma pessoa recém-casada. Agradeço a pergunta, porque poucas pessoas perguntaram se eu estou bem, mas é uma coisa muito real estar por trás dos bastidores.”

Quando o entrevistador perguntou se Meghan tem estado realmente uma luta?, a Duquesa foi peremtória: "Sim".

"Há muito tempo que digo a H - é assim que eu o chamo - não basta apenas sobreviver a alguma coisa. Esse não é o sentido da vida. É preciso crescer e sentirmo-nos felizes", evidenciou.

Também o  príncipe Harry  comentou sobre as pressões do seu papel na realeza britânica, recordando uma vez mais a morte da mãe. Uma “ferida aberta” chama-lhe, insistindo numa analogia entre a situação vivida pela mãe e que relaciona com a sua morte à pressão sofrida pela mulher, que os britânicos consideram excessiva e arrogante.

"Todas as vezes que vejo uma câmara, todas as vezes que ouço um clique, todas as vezes que vejo um flash, isso leva-me de volta. Nesse aspecto, é o pior alerta da sua vida"

“Estar aqui agora 22 anos depois, tentando terminar o que ela começou, é incrivelmente emocionante. Mas tudo o que faço lembra-me dela. Como eu disse - com o papel, com o trabalho e o tipo de pressão que vem com isso,  eu me lembro das coisas ruins", finalizou.

Curioso também foi o facto de  Harry ter falado no relacionamento com o irmão William, referindo que viajam atualmente por 'caminhos diferentes'. Esta é a primeira vez que Harry assume publicamente um mal estar com o irmão.

Estas confissões surgem após um perído em que  Harry e Meghan têm sido extensivamente criticados, seja pelas exigências de privacidade relativamente ao batizado de Archie, passando pelo uso de jatos particulares ou atos como os de  Meghan em Wimbledon, quando proibiu os fãs de tirar fotos.

Há duas semanas, Harry e Meghan tomaram outra posição que lhes mereceu nova condenação dos súbditos ao entrarem em guerra com os media ao anunciarem que vão processar o Mail on Sunday por causa da publicação das cartas do pai de Meghan, e depois de terem dado entrada com uma ação legal contra o Sun e ainda o News of the World, entretanto extinto após alegações de hackers e escutas telefónicas. 

Depois do programa ter idso para o ar, mais de 20.000 leitores do MailOnline publicaram reações extremamente negativas, criticando o casal por tentar encontrar 'simpatia' e assinalando a viagem e odocumentário como uma 'oportunidade perdida' para reconquistar o apoio.

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
pub
Outros títulos desta secção