PUB
PUB
Internacional
Cuba Gooding Jr declara-se culpado em caso de assédio
Cuba Gooding Jr. - Prémios da Directors Guild of America (DGA) 04.02.17 Foto: Reuters
Redação Lux em 22 de Abril de 2022 às 17:28

Cuba Gooding Jr, acusado de tocar indevidamente três mulheres em incidentes distintos em várias localidades de Manhattan em 2018 e 2019, declarou-se culpado em tribunal de uma das acusações.

“Peço desculpas por ter feito alguém sentir-se indevidamente tocada”, disse o artista diante do juiz, citado pelo “The New York Times”, referindo-se ao caso ocorrido em junho de 2019 num bar na Times Square.

A denúncia acusava o ator de ter colocado a mão no seu seio sem o seu consentimento e o apertou.

Com esta declaração de culpa, o ator de 54 anos evita ir ao julgamento no qual estavam previsto os depoimento de outras mulheres que o acusaram e testemunhas.

Caso seja declarado culpado da acusação de abuso sexual, o ator poderá receber a pena máxima de um ano de prisão. Declarando-se culpado está previsto que não vá para a prisão, segundo a imprensa local.

O ator, Cuba Gooding Jr, vencedor do Oscar por ‘Jerry Maguire, foi detido pela primeira vez em junho de 2019, após um incidente no bar da Times Square, mas depois colocado em liberdade sob fiança.

Gooding Jr foi também acusado de beliscar as nádegas de Natasha Ashworth, funcionária do restaurante nova-iorquino TAO Downtown, em outubro de 2018 e de “contato sexual sem consentimento” na boate LAVO, também em Nova Iorque.

 

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

PUB
pub
PUB
Outros títulos desta secção