PUB
PUB
Internacional
Morreu o lendário apresentador Larry King
Larry King - International Emmy Awards 20.11.17 Foto: Reuters
Redação Lux em 25 de Janeiro de 2021 às 08:00

Larry King morreu este sábado, dia 23 de janeiro,  aos 87 anos, vítima de complicações decorrentes da covid-19.

O lendário apresentador, cuja saúde era frágil - superou dois cancros, do pulmão e da próstata, e sofria de diabetes, tinha sido internado na última semana de dezembro de 2020 no hospital Cedars-Sinai, em Los Angeles, Califórnia, depois de ter testado positivo à covid-19.

O anúncio da sua morte foi feito pela Ora Media, empresa da qual Larry King era co-fundador.

"É com profundo pesar que a Ora Media anuncia a morte de nosso cofundador, apresentador e amigo Larry King, que morreu nesta manhã aos 87 anos no Centro Médico Cedros Sinai de Los Angeles. Por 63 anos e passando pelas plataformas de rádio, televisão e media digital, as milhares de entrevistas, premios e reconhecimento global de Larry ficam como prova do seu talento único e duradouro como comunicador. Além disso, embora fosse seu nome aparecendo nos títulos dos programas, Larry sempre viu seus entrevistados como as verdadeiras estrelas de seus programas, e ele mesmo como um canal imparcial entre o convidado e o público. Se entrevistava um Presidente dos EUA, líder estrangeiro, celebridade, personagem envolvida em escândalos, ou um homem comum, Larry gostava de dirigir curtas, diretas e descomplicadas questões. Ele acreditava que perguntas concisas geralmente forneciam as melhores respostas, e não estava errado nessa crença. Entrevistas de Larry da sua temporada de 25 anos no programa "Larry King Live" da CNN, e nos seus programas Ora Media "Larry King Now" e "Politicagem com Larry King "são constantemente referenciados pelos meios de comunicação em todo o mundo e permanecem como parte do registo histórico do final do século 20 e início do século 21. Ora Media envia as condolências aos filhos sobreviventes, Larry, Jr., Chance, Cannon e toda a família King. ", diz o comunicado.

Foi foi sobretudo na CNN, ao comando do programa Larry King Live, que manteve por mais de 25 anos (entre 1985 e 2010), que Larry King Live construiu a sua reputação de entrevistador exímio. Nos seus 63 anos de carreira entrevistou perto de 50 mil pessoas, incluindo todos os presidentes desde Nixon.

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

PUB
pub
PUB
Outros títulos desta secção