PUB
PUB
Internacional
Nova biografia diz que Harry foi ignorado por William e posto de parte pela família quando Isabel II morreu
Harry e William Foto: Arquivo Lux
Redação Lux em 30 de Novembro de 2023 às 17:00

Uma ma nova biografia, escrita por Omid Scobie,jornalista e amigo de Harry e Meghan, está a deixar a família real novamente em fúria. O autor, que já tinha escrito o livro “Finding Freedom”, que mostra o lado dos duques quanto à sua saída como membros séniores da família real, revela agora pormenores sobre o dia em que a rainha Isabel II morreu.

Nele, Scobie conta que, no dia 8 de setembro de 2022, Harry foi completamente ignorado pela família. Em “Endgame: Inside the Royal Family and the Monarchy’s Figth for Survival”, (“Fim do Jogo: No Interior da Família Real e a Luta da Monarquia pela Sobrevivência”, em tradução livre), o autor escreve: “Os Sussex não tinham ideia de que o Palácio de Buckingham já estava a planear as últimas horas da rainha e os primeiros dias da nova era da monarquia, até que o telefone do duque começou a tocar. Um número desconhecido. Ele geralmente ignorava-os, mas Meghan disse ao marido para atender. Harry não tinha falado muito com o pai naquele ano, mas este não era o momento para qualquer tensão entre pai e filho, já que Carlos lhe disse que ele e Camilla estavam prestes a deixar Dumfries House e ir para Balmoral, onde a princesa Ana já estava ao lado da rainha. E disse a Harry para ir imediatamente para a Escócia.” Foi então que, de acordo com o biógrafo dos duques, Harry decidiu pedir ajuda ao irmão: “Harry enviou uma mensagem de texto a William, a perguntar como é que ele e Kate planeavam ir para a Escócia e se poderiam viajar juntos, mas não obteve resposta.”

Scobie alega que Harry soube, depois, que “fontes” do palácio informaram a imprensa de que Carlos tinha partilhado com o filho mais novo a notícia da doença da rainha, o que segundo o príncipe era mentira, “o que o deixou arrasado”. Segundo o jornal Mirror, fonte do palácio afirmou sobre esta nova biografia: “Parece que não importa o que aconteça a portas fechadas, mesmo num momento de tanta dor e sofrimento, que um dia tudo se vai saber. Nada está fora dos limites para o príncipe Harry. Demora apenas alguns meses para que as facas voltem a sair e as feridas sejam abertas.”

No meio da nova polémica, Meghan surgiu deslumbrante, como convidada de honra na gala O Poder das Mulheres, da revista Variety, em Los Angeles, junto de várias estrelas da televisão e cinema, e a dar força aos rumores de um regresso à indústria, não como atriz, mas enquanto produtora ou realizadora. Para esta noite, a duquesa elegeu um vestido nude Proenza Schouler, de manga descaída e sapatos de salto Aquazzura. No tapete vermelho, Meghan afirmou que ela e o marido estão a trabalhar em novos projetos “emocionantes” através da Archewell Productions, a produtora que fundaram. “Temos tantas coisas interessantes em mente. Mal posso esperar até podermos anunciá-las. Estou muito orgulhosa do que estamos a criar. O meu marido também está a adorar, o que é muito divertido. Esta indústria é tão especial e vemos quantas mulheres usam a plataforma que possuem e a canalizam para o bem. Estou muito feliz por estar de volta, poder sentar-me nesta sala e estar em ótima companhia esta noite.

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

PUB
pub
PUB
Outros títulos desta secção