PUB
PUB
Internacional
Mais uma filha de Brad Pitt tira o apelido do pai - é a quarta!
Angelina Jolie com Shiloh e Zahara na antestreia do filme “The Breadwinner” em Los Angeles 21.10.17 Foto: Reuters
Redação Lux em 31 de Maio de 2024 às 16:47

Depiis de há poucos dias termos tido conta que Vivienne, filha de Brad Pitt e Angelina Jolie, decidiu abandonar o apelido do pai apresentando-se como “Vivienne Jolie” nos créditos da peça The Outsiders de Angelina Jolie na Broadway, na qual trabalhou como assistente voluntária, foi a vez de Shiloh que ao fazer 18 anos, no dia 27 de maio, marcar a sua posição retirando também o sobrenome Pitt.

Segundo o TMZ, com a maioridade, Shiloh solicitou legalmente que o seu nome fosse mudado para Shiloh Jolie. 

Recorde-se que o casal, que se separou em 2016, divide seis filhos, Maddox (22 anos), Pax (20 anos), Zahara (19 anos), Shiloh (17 anos) e os gémeos Knox e Vivienne (15 anos).

Depois de Vivienne, Shiloh é a quarta filha do casal a deixar de usar o sobrenome Pitt. Zahara apresentou-se num evento da faculdade como “Zahara Marley Jolie” e Maddox, deixou de usar o apelido Pitt nos documentos oficiais em  2021. 

Recentemente, Angelina Jolie respondeu às acusações de que teria sabotado a relação do seu ex-marido com os filhos feitas por Tony Webb, responsável pelos serviços de segurança dos dois artistas quando eles ainda eram casados e que foram incluídas nos documentos apresentados pelos advogados de Pitt no processo que o ex-casal luta na justiça pela venda da sua propriedade em França, o Château Miraval.

Webb afirmou que testemunharia sobre as declarações de Jolie a encorajar os filhos a não passarem tempo com Pitt durante a visita de detenção e contou ainda que após o fim do casamento de Angelina e Brad Pitt, o assistente da artista ameaçou processar dois dos seus funcionários, caso eles depusessem  na Justiça a favor de Pitt. 

Os representantes legais de Jolie enviaram um comunicado em que negam estas ameaças explicando que os seguranças não depuseram devido a um acordo de confidencialidade estabelecido entre as partes.

“Este caso não é sobre acordos de confidencialidade em geral, mas sobre poder e controle. Tudo o que Angelina sempre quis foi separação e saúde, com relacionamentos positivos entre todos os membros da sua família, incluindo o Sr. Pitt finalmente capaz de deixá-la seguir com a vida".

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

PUB
pub
PUB
Outros títulos desta secção