Internacional
Jovem com dois cancros recupera, surpreendendo a medicina e comovendo o mundo
Deryn Blackwell (Foto: Twitter)
Redação Lux  com CSS em 13 de Fevereiro de 2014 às 15:30
Deryn Blackwell é um jovem de 14 anos que está a comover o mundo. O adolescente, a quem foram diagnosticados dois tipos de cancro, surpreende os médicos a cada dia que passa, depois de o terem condenado à morte.

É a única pessoa no mundo a quem foi diagnosticado, em simultâneo, Leucemia e Sarcoma de Células de Langerhans, um cancro ultra-raro. Há cerca de dois meses, disseram-lhe que não sobreviveria até ao final do ano. No entanto, Deryn manteve a sua coragem inabalável e continua a mostrar sinais de recuperação.

Desde que teve conhecimento dos seus problemas de saúde, decidiu escrever uma lista de coisas que queria fazer antes de morrer, entre as quais conhecer os seus ídolos, andar em carros de alta cilindrada e pilotar um tanque de guerra.

Chegou, inclusive, a pedir para conhecer a morgue para onde seria levado caso morresse. Planeou até o seu funeral e o destino que seria dado às suas cinzas: uma parte seria lançada em fogo-de-artifício, outra num canhão, e a última seria atirada do cimo de uma montanha na Grécia.

Deryn chegou mesmo a ser internado num lar para doentes terminais, onde esperava o pior. No entanto, inexplicavelmente, o seu corpo começou a lutar contra as infeções e a produzir novamente glóbulos vermelhos saudáveis, e a medula está a regenerar-se sozinha. Dos 35 comprimidos que chegou a tomar por dia, hoje toma apenas 1 e já está num centro de reabilitação para recuperar a forma física.

Deryn aprendeu a olhar para a vida de outra forma, como explicou em entrevista à «BBC»: «É preciso colocar as coisas em perspetiva. Se estás a tossir e começas a reclamar, tens de ver que há outras pessoas, como eu, que estão numa situação pior e não reclamam. Então é porque a tua tosse não é assim tão má».
Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
pub
Outros títulos desta secção