Internacional
Carla Bruni descobriu aos 28 anos que nasceu da relação da mãe com o filho do amante
Carla Bruni e a irmã, Valeria, na capa do livro “Mes Chères Filles, Je Vais Vous Raconter..." da autoria da mãe, Marisa Bruni Tedeschi
Redação Lux em 12 de Maio de 2016 às 12:16

Até 1996, Carla Bruni julgava ser filha de Alberto Tedeschi. Tinha 28 anos quando aquele que achava ser seu pai, à beira da morte, deci­diu contar-lhe a verdade.

Carla soube então que era filha de Maurizio Remmert, filho de um dos antigos amantes da sua mãe, a pianista Marisa 
Bruni Tedeschi.

Confuso? Passamos a explicar. Marisa Bruni Tedeschi era casa­da com Alberto Tedeschi e mãe de dois filhos quando iniciou uma relação extraconjugal com Giorgio Remmert. Tinha 35 anos e uma relação aberta com o marido, que conhecia as suas aventuras extraconjugais. A pianista apaixonou-se, então, pelo filho do amante, o bonito Maurizio, de 19 anos, com quem se envolveu e de quem engravidou.

Carla nasceu em 1967 e foi perfilhada pelo marido de Marisa. “Ela não ficou chocada por eu ter tido outro homem. Só me censurou por ter escon­di­do a verdade durante tanto tempo, e tem razão”, conta a mãe da cantora na sua auto­bio­grafia.

Carla já foi ao Brasil conhecer o pai biológico, com quem mantém uma boa relação. 

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
pub
Outros títulos desta secção