Internacional
Redação Lux em 2 de Dezembro de 2016 às 16:42
Musa do fitness enfrenta cancro e torna-se exemplo de superação
1/4 - Cheyann Shaw Foto: Instagram
2/4 - Cheyann Shaw Foto: Instagram
3/4 - Cheyann Shaw Foto: Instagram
4/4 - Cheyann Shaw Foto: Instagram

Cheyann Shaw tem apenas 23 anos. Culturista de competição, tornou-se um sucesso nas redes sociais com mais de 160 mil seguidores no instagram e milhares de visualizações no YouTube.

Desde agosto, contudo, as suas partilhas mudaram drasticamente de tema deixando de lado a forma física para partilhar, de forma sincera, a sua luta contra um cancro nos ovários descoberto no estádio 3. Um diagnóstico terrível.  

Um quisto no ovário explodiu, segundo relatou e a jovem, que estava de casamento marcado, teve de ser submetida a uma cirurgia de emergência. 

Enfrenta os tratamentos de quimioterapia mas com um ânimo e uma força de viver que rapidamente a tornaram-se um exemplo de superação.

Há poucos dias partilhou uma foto do antes e depois da sua luta de menos de 4 meses contra o cancro. A imagem tornou-se viral .

À esquerda, uma das últimas fotos antes de eu descobrir o cancro. Pesava 58 kg e tinha 15% de gordura corporal. O meu rabo estava quase como eu desejava. À direita: a foto tirada ontem. Cancro do ovário em estádio 4. Após 14 dias no hospital, uma bolsa de colostomia e uma cirurgia bastante invasiva, estou a pesando 47 kg. É muito pouco para mim, tenho 1,65 m de altura. Perdi tudo. O cancro tirou-me tudo: o corpo que eu trabalhei durante 2 anos para atingir, a habilidade de ser mãe e poder gerar um filho, o meu cabelo, e tanto mais. A única coisa que o cancro não me tirou foi a minha fé".

"Nunca vou parar de lutar, nunca vou perder a minha fé, nunca vou deixar o cancro vencer. Hoje foi um dia difícil psicologicamente, mas sei que amanhã vai ser muito melhor e estou grata por estar viva. Deus está a trabalhar para me dar forças para lutar e a iluminar o meu caminho. Essa é a batalha mais difícil que eu vou encarar, mas sei que vou conseguir. A pior parte disto é encarar a mudança no meu corpo. É muito difícil olhar-me no espelho. Estou a aprender a amar-me novamente e sei que isto é temporário. Assim que os médicos deixarem, vou voltar a treinar e recuperar o meu corpo".

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
pub
Outros títulos desta secção