PUB
PUB
Internacional
FKA Twigs indignada com censura da sua campanha para a Calvin Klein
FKA Twins - Calvin Klein
Redação Lux em 22 de Janeiro de 2024 às 16:30

FKA Twigs viu a sua campanha para a Calvin Klein ser banida no Reino Unido por alegada “objetificação” do corpo feminino. A cantora britânica de 36 anos reagiu à censura da entidade autorreguladora da indústria publicitária, a Advertising Standards Authority (ASA), descrevendo-se como “uma linda mulher negra e forte, cujo corpo incrível superou mais dor do que possam imaginar”. “À luz da revisão de outras campanhas passadas e atuais desta natureza, não posso deixar de sentir que existem alguns critérios contraditórios aqui”, acrescentou fazendo referência à campanha de roupa interior masculina em que o ator Jeremy Allen White, “The Bear,  brilha para a mesma marca sem qualquer censura. 

Perante a polémica, a Calvin Klein defende que o cartaz com FKA Twigs é semelhante aos que sempre divulgou no mercado britânico e apontou para um duplo padrão ao comparar as publicidades com mulheres ou com homens.

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

PUB
pub
PUB
Outros títulos desta secção