Internacional
Filha feminista de Macron lança MeToo contra Jair Bolsonaro
Brigitte Trogneux coma filha Tiphaine Foto: Reuters
Redação Lux em 11 de Setembro de 2019 às 11:54

Tiphaine Auzière, a filha mais nova da primeira-dama francesa, Brigitte Macron, iniciou uma campanha nas redes sociais para denunciar atos de misoginia, nomeadamente sofridos pela sua mãe, com a hashtag #balancetonmiso.

Tiphaine sente-se revoltada depois de Bolsonaro  ter feito comentários no Facebook em que zombava da aparência de Brigitte Macron bem como  um dos seus ministros que publicou comentários sobre o presidente francês e a sua mulher que têm 25 anos de diferença de idade.

O presidente brasileiro fez um comentário numa mensagem no Facebook em que alguém comparava desfavoravelmente a primeira-dama francesa, de 66 anos, e a brasileira, Michelle Bolsonaro, de 37 anos.

O próprio presidente francês, Emmanuel Macron, de 41 anos numa entrevista em Biarritz, lamentou a situação e referiu a sua esperança de que os brasileiros consigam ter um presidente que “esteja à altura”.

Tiphaine Auzière, de 35 anos, respondeu com uma camapnha ao género MeToo de 2017.

A advogada é filha mais nova do primeiro casamento de Brigitte Macron com o banqueiro André-Louis Auzière. Brigitte estaria ainda casada quando conheceu Macron em 1993, na altura em que era professora de francês e teatro no colégio jesuíta em Amiens onde Emmanuel Macron estudava e era colega da sua filha do meio, Laurence, de 42 anos.

“Estamos em 2019 e há líderes políticos que atacam uma mulher pública por seu físico”, avança Tiphaine.

 

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
pub
Outros títulos desta secção