Moda e Beleza
Mango doa mais de 360 mil euros ao fundo COVID-19 da OMS
Mango destina 1% das receitas a fundo para combater a Covid-19
Redação Lux em 8 de Julho de 2020 às 14:00

No início do mês de maio, a Mango reforçou o seu compromisso na luta contra o coronavírus, sendo a primeira empresa espanhola a colaborar com a Organização Mundial de Saúde (OMS).

O acordo tinha como objetivo doar 1% da faturação obtida nas lojas físicas da marca, num total de 26 países, a maioria dos quais europeus, para além da Turquia, da Rússia e dos Estados Unidos.
 
A iniciativa foi implementada em cada país de acordo com a data em que foi possível a reabertura das lojas e permitiu angariar 360.000 euros. Este montante será destinado ao fundo “COVID-19 Solidarity Response Fund”, um projeto solidário que permite aos particulares, corporações, fundações, bem como outras organizações de todo o mundo apoiarem diretamente o trabalho mundial da OMS para ajudar os países a prevenir, detetar e combater a pandemia. Entre outros projetos, a contribuição da Mango destina-se à compra e distribuição de material médico essencial para 135 países; ao apoio a países vulneráveis através de medidas de saneamento e prevenção e à investigação para o desenvolvimento de vacinas.

Desde o início da pandemia, a Mango tem apoiado de forma direta a luta contra a Covid-19 através de diferentes iniciativas. No final de março, a marca doou dois milhões de máscaras a vários hospitais de Espanha através do Ministério da Saúde. Além disso, colocou à disposição das autoridades a sua capacidade logística de distribuição e de produção e confeccionou 13 000 batas para equipas de saúde.
 
A Mango já dispõe de aproximadamente 2.000 pontos de venda abertos, o que corresponde praticamente à totalidade do seu número de lojas (94%).

 

 

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
pub
Outros títulos desta secção