Internacional
Redação Lux em 4 de Outubro de 2019 às 18:00
Dua Lipa: “A minha família e os meus amigos mantêm-me uma pessoa terra a terra„

Com apenas 24 anos, “acabadinhos” de fazer no dia 22 de agosto, Dua Lipa é uma verdadeira sensação pop. Contudo, a jovem britânica de raízes albanesas mostra-se cautelosa e modesta, com  um discurso maduro pincelado por uma atitude feminista irreverente. Características que a destacam na nova geração de artistas.

Dua Lipa é a filha mais velha filha de um músico rock de uma banda de Kosovo e de uma executiva de turismo e foi batizada “Dua” que, em albanês, significa amor. Os pais fugiram de  Pristina durante a Guerra Civil da Jugoslávia na 1990 e mudaram-se para Londres onde Dua nasceu em 1995.

Em 2008,  a família voltou para o Kosovo, mas Dua Lipa ,que cresceu a ouvir o pai cantar e  que entretanto se iniciara numa carreira musical partilhando covers de Christina Aguilera e Nelly Furtado no YouTube, resolveu regressar a Londres onde começou também a a realizar trabalhos como modelo. Em 2015,  já estava a assinar um contrato com a Warner Music e lançava o seu primeiro single: “New Love.

Com o seu álbum de estreia “Dua Lipa”, em 2017, fez história ao ser indicada para cinco categorias dos Brit Awards de 2018 – a primeira artista feminina a receber tantas nomeações. Ganhou o prémio de “Melhor Artista Solo Feminina Britânica” e “Melhor Artista Revelação Britânica”.

Nos últimos dois anos, foi ainda a artista feminina mais ouvida em streaming por todo o mundo. O videoclip de  “New Rules”, um hino ao “female emporwerment”, foi visualizado por mais de um bilião de pessoas no Youtube, tornando-a na mais jovem artista feminina a atingir tais resultados. “One Kiss” com Calvin Harris tornou-se o single mais vendido em 2018 no Reino Unido e foi indicado para quatro Brit Awards. Mais recentemente, ganhou dois Grammy: Best New Artist e Best Dance Recording com “Electricity” e Best British Single para “One Kiss”, com Calvin Harris, nos Brits Awards de 2019. Perde-se o fôlego a enumerar tantas conquistas. 

Como se controla a pressão? Numa entrevista à Vogue, Dua Lipa, que está mergulhada no seu segundo álbum “mais conceptual e mais maduro”, confessa que a família e os amigos são o seu refúgio de “bem-estar mental”.

“Nasci numa família de imigrantes e numa família que sempre me disse para não me esquecer das minhas raízes e de me sentir orgulhosa disso. (...) A minha família e os meus amigos mantêm-me uma pessoa terra a terra”, diz a cantora que admite que, com o tempo, se sentiu obrigada a aligeirar a sua relação com a redes sociais: ”Aprendi a usar as redes sociais em pequenas doses. As redes sociais estão muito presentes na minha geração, e para mim é muito divertido publicar fotografias e estar sobretudo no Twitter. Mas também recebi muita negatividade (...) Não sou daquelas pessoas que pede desculpa por dizer aquilo em que pensa e acredita. Às vezes apago a aplicação para não pensar muito no assunto. Os trolls podem dar-te muita ansiedade”. 

Dua Lipa estreia-se na sua primeira coleção-cápsula com a  Pepe Jeans, inspirada numa mistura de estilos que remontam à década de 90 e ao início do milénio, incluindo a influência das top models da época, os grunge clubs e os festivais de verão.

Tendo crescido e acompanhado o desenvolvimento da Pepe Jeans enquanto relembrava as idas à loja em Portobello com a mãe, esta colaboração foi um marco muito importante na vida da artista, que sempre se assumiu fã e que, agora, teve a oportunidade de aplicar a sua visão criativa e trabalhar com a equipa de design da Pepe Jeans para criar esta coleção que foi especialmente pensada para os fãs da cantora.

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
pub
Outros títulos desta secção