PUB
PUB
Nacional
A viver um novo amor, Nuno Homem de Sá fala das acusações de violência doméstica
Nuno Homem de Sá - Gala 31 anos da TVI Foto: Tiago Frazão/Lux
Redação Lux em 1 de Março de 2024 às 10:00

O ator, de 61 anos, voltou a encontrar o amor ao lado da também atriz, Nádia Lopes, 27 anos mais nova. “Estou super apaixonado, como nunca estive, o que é uma coisa que, para mim, é uma grande mais-valia, porque pensei ‘se amar mais do que já amei vou rebentar’”, afirma Nuno Homem de Sá, confessando que vive as relações intensamente. “Comigo é assim, a pessoa com quem estou é sempre a mulher da minha vida. Os meus sentimentos são sempre muito intensos”, diz. E afirma ainda: “Trabalho há décadas com algumas das mulheres mais bonitas do país, portanto não é a beleza física que me vai pôr assim atarantado, tem de haver muito mais. Honestidade, genuinidade, espírito positivo, que é algo que valorizo muito, porque é chato estar com alguém que passa a vida a apontar o dedo, a queixar-se, a irritar-se, e já dei para esse peditório, não me apetece mais isso. [risos]”

Apesar da relação feliz que vive, Nuno Homem de Sá tem uma batalha pela frente desencadeada pela ex-namorada. Frederica Lima, com quem terminou a relação de um ano e meio, acusou o ator de violência doméstica. Nuno nega as acusações: “Foi a fase pior da minha existência, nunca tinha estado tão mal, em termos anímicos e de saúde mental. Estamos a falar de uma situação que não teve nada a ver com violência doméstica, mas a pessoa insiste e terá de provar que foi. Partir aquela estantezinha, que aconteceu em abril, foi a maneira que tive de ventilar a coisa para não virar costas e ir embora, que é ainda mais irritante”, conta Nuno sobre o episódio que, alegadamente, terá levado Frederica a entrar com o processo. “A verdade é que, depois disso, houve um reatar, de setembro a dezembro, em que tentámos dar a volta, reconquistar a relação… Foi tranquilo, mas não deu porque percebemos que não era o caminho. Acabei o namoro, era suposto ficarmos amigos, mas depois…”

De “consciência completamente tranquila”, o ator diz que no meio destas acusações só tem uma preocupação: “A minha preocupação era ter uma parvoíce destas a acontecer na minha vida, pelos meus filhos, principalmente pelas minhas filhas, que são mais jovens, e pela minha mãe que não tem de estar a levar com números de gente doida a querer arrastar o meu nome na lama, só porque sim. Falo tudo com os meus filhos, conto-lhes tudo, não lhes escondo nada. Sou assim com toda a gente. Encaro a vida de frente, e quem vier por mal vai-se estampar ao comprido, que é o que vai acontecer”, afirma. E termina: “Estou a aguardar serenamente, não tenho medo de nada.” O ator assume que, desde que terminou a relação, não voltou a falar com a ex-namorada: “Não há nada para dizer. A partir do momento em que percebi que não havia volta a dar, deixei de a contactar. Depois desta queixa então muito menos. A pessoa sabe muito bem o que penso, o que fez e sabe muito bem a verdade, a bola está do lado dela neste momento.”

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

PUB
pub
PUB
Outros títulos desta secção