PUB
PUB
Nacional
Miguel Oliveira fala sobre a vida familiar após a chegada do segundo filho, Pedro
Andreia Pimenta e  Miguel Oliveira - Gala dos Sonhos 2023 Foto: Tiago Frazão/Lux
Redação Lux em 2 de Janeiro de 2024 às 10:00

O piloto de MotoGP, um dos padrinhos da Associação Sara Carreira, marcou presença na Gala 
dos Sonhos na companhia da mulher, com quem se casou em 2021

Quase dois meses depois do nascimento do segundo filho, fruto do casamento com Andreia Pimenta, Miguel Oliveira reconhece que nem tudo é fácil na gestão da vida familiar. “Para mim, está a ser complicado gerir tudo, mas vai-se fazendo”, diz o piloto de MotoGP, contando que algumas das dificuldades passam por “dormir menos” e “não ter braços suficientes para agradar a todos”.

A chegada de Pedro veio também alterar a vida da irmã, Alice, que celebrou 2 anos em novembro. “A irmã não achou muita piada [risos], mas é muito carinhosa com o mano, por isso é engraçado. Está a ser giro e ela está a adaptar-se”, explica. Os tempos agora são dedicados à família, já que Miguel só vai “retomar a atividade em fevereiro”. Será difícil depois afastar-se de casa? “Não mais do que já é. É complicado, sim, mas fico muito tranquilo, sei que o trabalho está bem empregue. É o meu trabalho, sinto-me privilegiado por o fazer”, responde, garantindo que em casa também é um homem dedicado: “Só não dou maminha, porque não dá [risos], mas, de resto, faço tudo”, afirma o piloto, bem-disposto.

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

PUB
pub
PUB
Outros títulos desta secção