PUB
PUB
Nacional
Alexandra Lencastre fala sobre a Covid-19: ' ainda tenho dias em que me sinto mais cansada'
Alexandra Lencastre - “Noite de Estreia”, no Teatro da Trindade Foto: João Cabral/Lux
Redação Lux em 5 de Maio de 2021 às 18:00

Pela primeira vez, desde que esteve duas semanas internada com Covid-19, no final de fevereiro, Alexandra Lencastre surgiu em público. E o motivo não podia ser mais especial: a estreia da filha mais velha, Margarida Bakker, na peça “Noite de Estreia”, no Teatro da Trindade, em Lisboa.

“Tinha muitas saudades. Acho que temos todos. Saudades de alguma normalidade, saudades das pessoas e saudades do teatro. Senti-me muito bem por poder rever tantas pessoas”, revelou a atriz, que não conseguiu conter as lágrimas ao ver a filha dar vida à sua personagem, ao lado de Dalila Carmo, Heitor Lourenço, João Araújo, João Reis, Maria José Paschoal, Marta Félix e Sabri Lucas.

“É sempre emocionante ver uma filha em cima de um palco, sendo que eu também sou atriz. Emociono-me sempre que a vejo representar”, confessou Alexandra Lencastre, que teve nas filhas o principal apoio durante os 16 dias em que esteve internada no Hospital de São Francisco Xavier, em Lisboa.

Naquela noite, Margarida contou igualmente com a presença do pai, Piet-Hein Bakker, que esteve na plateia com as filhas do atual casamento com Patrícia Silva, Rita, de 14 anos, e Mónica, de 12. Para além do ex-marido, que encontrou na ocasião, a atriz, de 55 anos, foi acarinhada por colegas de profissão que não via há meses.   

Sobre a sua recuperação da infeção por Covid-19, Alexandra Lencastre, que chegou a perder 18 kg na fase mais crítica, admite que ainda não se sente a 100% e apresenta algumas sequelas como a falta de energia e de memória: “Tem sido tranquila... Vou-me sentindo melhor, mas às vezes ainda tenho dias em que me sinto mais cansada“, revelou.

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

PUB
pub
PUB
Outros títulos desta secção