Nacional
A preparar-se para 'abrandar o ritmo', Goucha compra monte no Alentejo
Manuel Luís Goucha - MasterChef Júnior 11.05.16 Foto: João Cabral/Lux
Redação Lux em 6 de Junho de 2016 às 08:00

Enquanto não chega 2019, ano em que termina o contrato  que tem com a TVI e a partir do qual espera conseguir abrandar o ritmo a que vive atualmente, Manuel Luís Goucha dedica-se de corpo e alma aos projetos que tem em mãos.

“Master-Chef Júnior” é um deles. No dia da apresentação do novo programa da TVI – que estreou domingo, dia 22 –, no Farol Hotel, em Cascais, o apresentador não escondeu o entusiasmo por trabalhar com concorrentes de palmo e meio. ”Para mim, é o mais divertido de todos! É brilhante! Eles são brilhantes como concorrentes, muito bons a cozinhar e, depois, são muito bons atores. Aí é que me surpreenderam! Se tiverem de repetir uma entrada em prova quatro vezes, fazem a quarta tal 
e qual a primeira. São notáveis”, disse Manuel Luís Goucha, que recentemente fez um investimento avultado a pensar num futuro próximo.

Aos 61 anos, o apresentador admite que “gostaria de abrandar o ritmo para fazer outras coisas” e a compra de um monte alentejano, na zona de Monforte, foi um passo nesse sentido.

Não se imagina a mudar-se de armas e bagagens para o Alentejo, mas o facto de ter um refúgio longe de Lisboa agrada-lhe. “É aproveitar os tempos livres, os fins de semana, as férias... Quero aproveitar um sítio onde sempre quis viver desde miúdo. Não me vejo a viver lá, vejo-me a ir aos fins de semana e nas férias. Mas posso lá estar cinco dias e vir para fazer um  programa semanal. Em 2019 falamos! [risos]”

Fã de decoração, Manuel Luís Goucha faz questão de ser ele a “vestir” as casas onde vive e, como tal, tem andado ocupado com a decoração do monte.

“Ando agora numa fona, à procura de coisas diferentes que, junto com outrasmais clássicas e previsíveis, possam ajudar a criar o ambiente que desejo em cada um dos cómodos de uma futura casa”, escreveu no seu blog.

No monte, Goucha vai aventurar-se na produção de azeite, uma novidade que “chegará para o ano” e que terá o nome da herdade. Agora, como o próprio disse, só quer “curtir o Alentejo”.

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
pub
Outros títulos desta secção