PUB
PUB
Nacional
Manuel Pinho condenado a dez anos de prisão e Ricardo Salgado a seis anos
"Procurador quis transformar esta galinha moribunda num cisne". Defesa de Manuel Pinho insiste na absolvição
Redação Lux em 6 de Junho de 2024 às 13:27

Manuel Pinho e Ricardo Salgado  foram considerados culpados de corrupção, no âmbito do processo EDP.  O antigo ministro da Economia foi condenado a dez anos de prisão e o ex-banqueiro o a seis anos e três meses.

Manuel Pinho foi condenado por dois crimes de corrupção passiva para ato ilícito e um de fraude fiscal - a mulher Alexandra Pinho também foi condenada por este último crime -, enquanto Ricardo Salgado foi condenado por dois crimes de corrupção ativa.

O tribunal considerou como provados todos os crimes de que os arguidos estavam acusados, nomeadamente um pacto corruptivo entre Pinho e Salgado, para defesa dos interesses do Grupo Espírito Santo (GES) enquanto o primeiro esteve no Governo, entre 2005 e 2009 e termina assim esta quinta-feira, dia 6 de junho, o julgamento que começou em outubro de 2023.

 

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

PUB
pub
PUB
Outros títulos desta secção