PUB
PUB
Nacional
Rogério Samora: “É alimentado por sonda gástrica. Não há suporte de vida”
Rogério Samora - Apresentação da 2ª temporada de "Amor Maior" 04.04.17 Foto: Tiago Frazão/Lux
Redação Lux em 6 de Outubro de 2021 às 09:13

Ao fim de mais de dois meses de internamento no hospital Amadora-Sintra, Rogério Samora foi transferido para um centro de cuidados continuados, no distrito de Lisboa. Lá irá receber cuidados de enfermagem, pois a nível médico já nada podia ser feito pelo ator, que no dia 20 de julho sofreu uma paragem cardiorrespiratória nas gravações de “Amor Amor”, a novela da SIC onde interpretava a personagem Cajó. Segundo fonte hospitalar, “a nível médico, os recursos esgotaram-se. A situação é muito grave”, referindo-se ao facto de Rogério Samora se manter num estado comatoso, ou seja, as suas funções vitais estão asseguradas por ele próprio mas mantém-se adormecido. “É alimentado por sonda gástrica. Não há suporte de vida”, referiu o primo do ator, Carlos Samora, que tem estado sempre ao lado do ator e mantém a esperança, ainda que consciente da realidade: “Vamos acreditar que ele nos vai voltar a ver. Mas temos que ter consciência de que o Rogério Samora que aparecer nunca mais vai ser o que era. Queremos que ele tenha dignidade para que o possamos acarinhar.”

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

PUB
pub
PUB
Outros títulos desta secção