PUB
PUB
Nacional
Luís Borges fala sobre o namorado: 'é uma pessoa muito especial para mim, os meus filhos adoram-no e respeita o meu trabalho'
Luís Borges e Pedro Risueño
Redação Lux em 11 de Fevereiro de 2021 às 17:29

De todas as conquistas que tem alcançado na vida, a de ser pai tem sido a mais desafiante e, ao mesmo tempo, mais gratificante. Aos 32 anos, Luís Borges tem nos três filhos – Bernardo, de 10 anos, Lurdes, de 8, e Eduardo, de 6 – a sua principal prioridade e, por eles, abdicou de projetos internacionais aos quais, noutra altura, teria dito que ‘sim’. Tem sido assim desde a morte de Eduardo Beauté, em setembro de 2019, altura em que o manequim ficou com a guarda dos filhos do ex-casal. “Todos os dias são um desafio”, diz Luís Borges que, sem esconder as fragilidades potenciadas pelos tempos que vivemos, assume que é nos filhos que concentra todas as suas energias.

O manequim e mais recente comentador do “Big Brother – Duplo Impacto” falou com a Lux sobre os filhos, os novos projetos e o amor que há um ano vive com o empresário espanhol Pedro Risueño.

Apesar da distância entre Lisboa e Madrid, a relação tem crescido e, sem fazer planos a longo prazo, Luís Borges confessa que encontrou uma pessoa muito especial, que os filhos adoram e que o tem feito muito feliz.  

Lux – É inegável que está a viver um momento especial com o seu namorado, o Pedro Risueño. Ter alguém que aceita o ‘pack’ como o Luís já referiu, uma vez que tem três filhos, é especial?  L.B. – Estou a viver um momento muito especial com o Pedro. Já nos conhecemos há cerca de um ano e a pandemia, por ironia do destino, acabou por nos aproximar ainda mais. O Pedro é uma pessoa muito especial para mim, os meus filhos adoram-no, e respeita o meu trabalho, algo que é tão importante para mim. Aceita a minha vida como ela é e isso deixa-me muito feliz… e deixa-me ainda mais feliz os meus filhos estarem bem com esta relação.

Lux – É um amor para a vida?
L.B. – Não sei, é um amor enquanto houver um sentimento mútuo, respeito, carinho e compreensão. Quando isso deixar de existir cada um seguirá com a sua vida. Só posso dizer que, neste momento, estou muito feliz e espero que seja um amor para a vida, mas não penso num futuro a longo prazo. Aprendi a viver o momento, aproveitar ao máximo o presente e a fazer cada vez menos planos para o futuro, porque nunca sabemos o dia de amanhã.

Lux – Por amor, considerava sair de Portugal com os seus filhos para viver noutro país ou está fora de questão?
L.B. – Não está fora de questão, mas tudo a seu tempo. Estamos juntos apenas há seis meses e ainda é cedo para pensarmos nisso, mas, se achasse que faria sentido mudar-me para Madrid, íamos os quatro ter com o Pedro, sem medos. Se fizer sentido, assim o farei… até já perguntei aos meus filhos e adoraram a ideia. Querem mudar-se e que eu case! [risos]

Lux – Manter uma relação à distância é desafiante, ainda para mais com as restrições da pandemia. Qual tem sido o vosso segredo?
L.B. – É verdade, é muito desafiante e por isso acredito mais que o Pedro é a pessoa certa. Ter uma relação à distância é muito complicado por causa das saudades, o facto de não podermos estar tanto quanto gostaríamos juntos, o que é falado pessoalmente nem sempre chega ao outro lado da mesma forma se for por telefone, mas, felizmente, o Pedro é uma pessoa muito racional e não discutimos por parvoíces… discordamos em algumas coisas, como qualquer casal, mas tudo o que é insignificante não damos importância. Agora neste momento não consigo ir a Madrid, até pela questão do fecho das fronteiras, mas o Pedro sempre que tem um tempinho vem ter comigo, falamos todos os dias por videochamada, o que também ajuda a colmatar as saudades. Sem dúvida que isto é uma prova dos nove, se resulta durante uma pandemia acho que tem tudo para correr bem por muito e muito tempo! [risos]

 

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

PUB
pub
PUB
Outros títulos desta secção