Nacional
Morreu o histórico dirigente comunista Ruben de Carvalho
Ruben de Carvalho
Redação Lux em 11 de Junho de 2019 às 11:44

Ruben de Carvalho morreu esta terça-feira, 11 de junho, aos 74 anos.

O jornalista e antigo dirigente do PCP morreu no Hospital de Santa Maria, em Lisboa, na sequência de problemas de saúde que exigiram internamento.

O Partido Comunista Português lamentou a morte do “intelectual comunista” que “assumiu uma intervenção destacada na atividade do Partido, tendo desempenhado importantes tarefas, cargos e responsabilidades”.

“Ruben de Carvalho teve uma vida de intervenção e de luta na resistência antifascista, no movimento associativo estudantil, abraçou com intensidade a Revolução de Abril e defendeu os seus valores e conquistas. Destacou-se no jornalismo, na imprensa e na rádio. Deixou à sociedade portuguesa um contributo de grande relevo no conhecimento da música, na sua dimensão artística, cultural e social, no plano nacional e internacional, das suas raízes populares à sua dimensão erudita. Ao longo de toda a sua vida, Ruben de Carvalho empenhou-se na luta, com o seu Partido, pela liberdade e a democracia, por uma sociedade nova liberta da exploração e da opressão, o socialismo e o comunismo”

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
pub
Outros títulos desta secção