Nacional
Nair Coelho em 17 de Fevereiro de 2020 às 17:00
Fotos e vídeo: Lux reúne vencedoras do prémio Personalidades Femininas 2019, em Cascais

O Hotel Cascais Miragem Health & SPA acolheu a 16.ª edição do almoço durante o qual se homenageiam as vencedoras do prémio Personalidades Femininas Lux, em parceria com a SEAT. Com uma magnífica vista sobre o Altântico, a sala foi palco de uma tarde animada e descontraída, protagonizada por mulheres que se destacaram nas suas áreas de influência durante o ano de 2019. E foi em torno de uma mesa decorada por Dino Gonçalves, com peças em prata da Topázio, que as conversas entre anfitriões e convidados fluíram e o tempo passou sem que se desse conta.

“É sempre bom sermos nomeados pelo nosso trabalho, por esta distinção e não estava nada à espera de ganhar, porque nunca estou a pensar nisso! Estou muito feliz”, disse Maria João Abreu, que recebeu o prémio Personalidade Lux, na categoria Televisão – Ficção, pelo seu papel na série “Golpe de Sorte”, da SIC.

Também em Televisão, mas na área da Informação, Alexandra Borges foi a mais votada pelo público. “Fiquei feliz, porque este tipo de prémio que é votado pelo público, é o meu preferido. Interessa-me muito perceber qual é a confiança que as pessoas têm em mim. Estava a concorrer com duas amigas e jornalistas que admiro muito”, disse a jornalista da TVI, referindo-se a Clara de Sousa e Sandra Felgueiras.

Na categoria Teatro, Bárbara Branco foi a vencedora, pelos seus papéis nas peças “Romeu e Julieta” e “Lulu”: “Estava nomeada ao lado da Gabriela Barros e da Maria do Céu Guerra, portanto, ganhar com estas duas nomeadas foi a cereja no topo do bolo. O facto deste prémio depender do carinho das pessoas que votam e que gostam do meu trabalho ainda me deixa mais feliz. Somos 14 vencedoras, 14 grandes mulheres.”

A celebrar 40 anos de carreira literária, Alice Vieira confessou sentir-se lisonjeada por ver o seu trabalho reconhecido. “Realmente trabalho imenso, havia de ver a minha agenda até ao fim do ano. Nem sei como tinha este dia livre! [risos] São 40 anos de trabalho de livros e 80 livros. Estou reconhecida a quem votou em mim”, afirmou a escritora.

 

Já na categoria Negócios, Rita Nabeiro, que fez questão de dizer que partilha o prémio com a equipa da Adega Mayor, confessou: “Tinha concorrentes fortes e sinto-me agradecida a todas as pessoas que votaram. É um voto de confiança e de maior responsabilidade. Estar nesta categoria de Negócios e ter seguido os passos da família, nomeadamente do meu avô, deixa-me com uma responsabilidade acrescida.”

 

Para Joana Azevedo, voz da Rádio Comercial, ganhar o prémio de personalidade feminina na categoria Rádio foi uma verdadeira surpresa: “Normalmente as personalidades da rádio são mais para quem faz as manhãs, que é ‘o porta-aviões’ de cada estação. Fiquei muito contente! Faz 20 anos que comecei a fazer rádio, é um marco. Ajudou-me a fazer um balanço, que é muito positivo. Nunca pensei chegar onde cheguei, porque adorava rádio e gostava de fazer o que quer que fosse na rádio. Isto vai muito além de qualquer sonho!”

Para Carolina Piteira, que em 2019 marcou presença na Bienal de Veneza, foi uma surpresa estar nomeada “ao lado de duas figuras de peso na arte contemporânea portuguesa, as pintoras Paula Rego e Graça Morais”. “O facto de ter sido escolhida pelo público é um orgulho ainda maior, acrescenta muito valor a este prémio. É sinal de que o meu trabalho é reconhecido. 2019 foi um ano muito bom.“

Na área do Digital, Rita Pereira, que nas redes sociais, onde é seguida por cerca de 1 milhão e 300 mil pessoas, assina Hyndia, disse: “Fiquei feliz! Afinal, os meus seguidores ainda estão no power! Também votei em mim. Uma vez, depois deixei o resto com a minha mãe! [risos]”

Fora da votação, mas entre os distinguidos, na categoria Solidariedade, esteve a APAV – Associação Portuguesa de Apoio à Vítima, representada pelo seu presidente, João Lázaro. “É honroso e um grande orgulho, porque acontece no ano em que fazemos 30 anos e tem sido um percurso a pulso, de afirmação, muitas vezes contra marés, de afirmação de direitos de quem é vítima. Este reconhecimento ajuda-nos a renovar a mensagem.”

E porque esta iniciativa não acontece sem o trabalho prévio do júri, Júlio Isidro afirmou: “Cada um de nós fez uma lista para cada uma das áreas e resultou de uma discussão saudável e animada para aquele que é o maior júri de todos que é o público. Deu-me muito gozo ter reforçado a equipa. Tive o maior prazer.”

Tal como o júri, também o trabalho de Dino Gonçalves, que há nove anos faz a decoração da mesa do almoço das Personalidades Lux, é crucial para este momento. “Este ano, a ideia surgiu quando estava a comprar laranjas, que adoro, e pensei juntá-las aos castiçais da Topázio. A partir daí, juntei as mimosas, que são flores desta época, e que nos fazem pensar já no verão. O que mais gosto é de provocar surpresa a quem se senta à mesa. Podíamos estar num almoço no Algarve ou no Porto Santo! [risos]”

A SEAT, parceira da Lux desde o início, foi, mais uma vez, representada por Teresa Lameiras, diretora de marketing e comunicação da marca em Portugal: “Trouxemos as personalidades até aqui ao volante dos nossos automóveis, que neste caso eram SUV, e é sempre um prazer. Este ano, com diferenças: a Lux trouxe caras novas que deram um contributo diferente para este júri, já de si de peso, e isso traduziu-se num grupo de pessoas que reflete a sociedade portuguesa, transversal em idades e em percursos. É uma oportunidade de conviver com estas personalidades e conhecê-las na sua essência, por detrás das suas profissões.”

No final do encontro, Ana Cáceres Monteiro, diretora da Lux, acrescentou: ”Foi uma tarde muito bem passada, rodeada por mulheres de grande mérito, inteligência e empenho. É muito compensador para a Lux distinguir, ano após ano, com este prémio o talento e a excelência em Portugal.”

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
pub
Outros títulos desta secção