Nacional
Patrícia Matos deixa TVI: '10 anos a acordar cedo, convosco, e antes a fazer tantas coisas'
Patrícia Matos Foto: DR
Redação Lux em 17 de Julho de 2020 às 12:04

Patrícia Matos anunciou, nas redes sociais, que hoje é o seu último dia na TVI. A jornalista do "Diário da manhã", há 13 anos na estaçãoo de Queluz, revela que vai abraçar outro projeto "fora da televisão" e despede-se com palavras de agradecimento à equipa e ao público.

"Levo todos no meu coração, mas a mudança faz bem. Mais, faz falta. Uns estarão a pensar que sou louca, outros estarão surpreendidos e até chocados. Os destemidos pensarão que sou corajosa. Estão todos certos.  Se é para sempre? Não sei. O futuro não me pertence mas o presente, sim. No presente digo-vos que vou abraçar outro projecto, fora da televisão.", explica.
 

Leia aqui a  sua mensagem na íntegra:

Entrei por este corredor, hoje, pela última vez.
 

O 'Diário da Manhã' desta 6a f foi o último programa que apresentei na TVI.

 

10 anos a acordar cedo, convosco, e antes a fazer tantas coisas. Percebi cedo que as pessoas só precisam de um sorriso. De manhã, principalmente. Tentei sempre dar-vos o meu, sei que consegui (quase) sempre. No fim, quero que saibam que todos os dias bebi a vossa energia, a vossa companhia foi essencial para continuar a viver, literalmente.  Acordar antes das 4h da manhã foi 'O' desafio da minha vida. Fomos 1os e fomos 2os. Fomos o que conseguimos ser. Nada disto seria possível sem a equipa absolutamente fabulosa que encontrei: José Manuel Santos, Catarina Fonseca, Carmen Fialho, Patrícia Batista, Alda Martins, Maria João Clara, Ana Gomes.

 

Estou profundamente grata por todas as oportunidades que tive ao longo de 13 anos nesta MINHA, NOSSA, VOSSA TVI.

 

Levo todos no meu coração, mas a mudança faz bem. Mais, faz falta. Uns estarão a pensar que sou louca, outros estarão surpreendidos e até chocados. Os destemidos pensarão que sou corajosa. Estão todos certos. 

 

Se é para sempre? Não sei. O futuro não me pertence mas o presente, sim. No presente digo-vos que vou abraçar outro projecto, fora da televisão.

 

Tenham saudades minhas por que também vou ter saudades vossas.

 

Termino com a frase que mais repeti ao longo destes anos: Acordem com o Diário da Manhã, todos os dias, às 6h30. Bom dia... boa 6a feira!

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Entrei por este corredor, hoje, pela última vez. O 'Diário da Manhã' desta 6a f foi o último programa que apresentei na TVI. 10 anos a acordar cedo, convosco, e antes a fazer tantas coisas. Percebi cedo que as pessoas só precisam de um sorriso. De manhã, principalmente. Tentei sempre dar-vos o meu, sei que consegui (quase) sempre. No fim, quero que saibam que todos os dias bebi a vossa energia, a vossa companhia foi essencial para continuar a viver, literalmente. Acordar antes das 4h da manhã foi 'O' desafio da minha vida. Fomos 1os e fomos 2os. Fomos o que conseguimos ser. Nada disto seria possível sem a equipa absolutamente fabulosa que encontrei: José Manuel Santos, Catarina Fonseca, Carmen Fialho, Patrícia Batista, Alda Martins, Maria João Clara, Ana Gomes. Estou profundamente grata por todas as oportunidades que tive ao longo de 13 anos nesta MINHA, NOSSA, VOSSA TVI. Levo todos no meu coração, mas a mudança faz bem. Mais, faz falta. Uns estarão a pensar que sou louca, outros estarão surpreendidos e até chocados. Os destemidos pensarão que sou corajosa. Estão todos certos. Se é para sempre? Não sei. O futuro não me pertence mas o presente, sim. No presente digo-vos que vou abraçar outro projecto, fora da televisão. Tenham saudades minhas por que também vou ter saudades vossas. Termino com a frase que mais repeti ao longo destes anos: Acordem com o Diário da Manhã, todos os dias, às 6h30. Bom dia... boa 6a feira!

Uma publicação partilhada por Patrícia Matos (@patriciamatostvi) a

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
pub
Outros títulos desta secção