PUB
PUB
Nacional
Claudisabel: Guarda prisional envolvido no acidente que matou a cantora acusado de homicídio por negligência
Claudisabel
Redação Lux em 19 de Junho de 2024 às 14:59

Cantora Claudisabel morreu aos 40 anos num acidente na A2 no dia 19 de dezembro de 2022. O  guarda prisional  envolvido no acidente que matou a cantora foi acusado de homicídio por negligência.

A CNN Portugal/TVI teve acesso exclusivo à acusação do Ministério Público que revela que a artista, no momento do acidente, seguia sem cinto de segurança. Claudisabel circulava na autoestrada a 59 km/h. Segundo o Ministério Público, o arguido conduzia de forma desatenta, não teve os cuidados necessários e não respeitou a distância de segurança, acabando por embater no carro da cantora. 

A defesa de Claudisabel quer que o guarda prisional seja acusado de omissão de auxílio pois não ligou para o 112. José Paulo Pinho, advogada da família da artista, revelou ao CM que este é o desejo da defesa.

Com o embate, Claudisabel foi projetada dentro do próprio veículo com morte imediata.
 

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

PUB
pub
PUB
Outros títulos desta secção