Nacional
Redação Lux em 25 de Outubro de 2019 às 18:00
Bárbara Guimarães: 'Vivo cada vez mais cada dia'
1/6 - Bárbara Guimarães - ensaio geral solidário da Companhia Nacional de Bailado, no Teatro Camões, em Lisboa Foto: Artur Lourenço/Lux
2/6 - Bárbara Guimarães - ensaio geral solidário da Companhia Nacional de Bailado, no Teatro Camões, em Lisboa Foto: Artur Lourenço/Lux
3/6 - Bárbara Guimarães - ensaio geral solidário da Companhia Nacional de Bailado, no Teatro Camões, em Lisboa Foto: Artur Lourenço/Lux
4/6 - Bárbara Guimarães - ensaio geral solidário da Companhia Nacional de Bailado, no Teatro Camões, em Lisboa Foto: Artur Lourenço/Lux
5/6 - Bárbara Guimarães - ensaio geral solidário da Companhia Nacional de Bailado, no Teatro Camões, em Lisboa Foto: Artur Lourenço/Lux
6/6 - Bárbara Guimarães - ensaio geral solidário da Companhia Nacional de Bailado, no Teatro Camões, em Lisboa Foto: Artur Lourenço/Lux

Na véspera do 9.º aniversário da filha, Carlota, Bárbara Guimarães assistiu ao ensaio geral solidário da Companhia Nacional de Bailado, no Teatro Camões, em Lisboa. As receitas da estreia de “Adagio Hammerklavier”,do coreógrafo Hans van Mane, reverteram a favor de quatro associações de solidariedade, mas foi por uma em especial que a apresentadora, que nos últimos meses tem optado por se resguardar, fezquestão de ir. A Associação Ser Mais Valia – que nasceu de um projeto-piloto da FundaçãoCalouste Gulbenkian, que trabalha junto de pessoas maiores de 55 anos e focada em missões em Portugal e nos países PALOP – conta com o trabalho da mãe de Bárbara, Isabel Amorim.

“A minha mãe esteve na ilha do Príncipe numa missão de dois meses, na área da Educação. Atualmente, trabalha no projeto Mulheres Africanas em Portugal, dando aulas de português. São pessoas que querem continuar com os seus conhecimentos profissionais, independentemente da idade. Estão atentos ao mundo, ao desenvolvimento global”, explicou Bárbara Guimarães, que foi acarinhada por todos os que com ela se cruzaram naquela noite.

A lutar contra um cancro da mama, desde o verão de 2018, e feliz por estar a chegar à fase final dos tratamentos, a apresentadora, de 46 anos, tem sido um exemplo para muitas mulheres que passaram ou estão a passar pelo mesmo.

Naquela noite, Bárbara contou com a companhia da filha, que a seu pedido não foi fotografada, e da mãe, Isabel Amorim. “Os momentos que estamos juntas são sempre especiais... Fazem parte da minha rotina”, confessou Bárbara sobre o facto de partilhar com a mãe aquela saída.

“Para além de achar a ideia genial, de estarmos num ensaio geral em que as receitas revertem para quatro instituições, também temos a oportunidade de assistir em primeira mão a mais uma produção da Companhia Nacional de Bailado”, disse Bárbara, para quem ajudar causas solidárias “sempre fez sentido”. No final do espetáculo, a apresentadora revelou que a filha “adorou” o bailado e falou sobre a presença de muitas amigas. “As minhas amigas aderiram em massa a esta iniciativa! Basta uma boa causa e um propósito para nos reunirmos, que estamos todas lá” e acrescentou: “Vivo cada vez mais cada dia.” E é, de facto, assim, de forma intensa e com um sorriso, que a apresentadora tem vivido.

Sempre rodeada pelo amor da família, em especial dos filhos – Carlota, de 9 anos, e Dinis Maria, de 15 – e do namorado, Carlos Pegado. “Continuo forte, continuo a acreditar que estou a tentar conseguir vencer este duelo, tal como tantas e tantas mulheres. E não é fácil. E também aproveito para dizer que realmente a esperança é viver cada dia como se fosse o último”, acrescenta, alguns dias depois de ter emocionado o país com as suas palavras, durante a emissão dos Globos de Ouro.
Sobre o apoio do namorado, Bárbara diz: “Ele sabe bem como descrevo esse apoio e como aprecio a sua dedicação.”

Porém, as pessoas que têm caminhado lado a lado com a apresentadora, nesta luta contra a doença oncológica, não se limitam ao seu núcleo familiar. As amigas mais chegadas de Bárbara têm sido essenciais para a ajudar a enfrentar os momentos mais delicados e mais dolorosos, mas também para com ela celebrar as batalhas ganhas. Exemplo disso é a amizade de Joana Lemos, que esteve ao lado de Bárbara Guimarães no Teatro Camões.

“É sempre muito bom estar com a minha amiga Bárbara em qualquer lugar. Igual a ela própria, uma mulher que enfrenta qualquer desafio com a garra e a força de uma guerreira, sem fazer dramas, valorizando sempre o que a vida tem de melhor! A sua simplicidade e o apreço que tem pelas pequenas coisas da vida fazem dela uma mulher especial e única.”

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
pub
Outros títulos desta secção