Nacional
Redação Lux em 29 de Novembro de 2019 às 17:44
Margarida Vila-Nova e João Lagarto “confrontam-se” no palco do TNSJ
1/3 - Reinar Depois de Morrer_Margarida Vila-Nova e João Lagarto ©Rui Mateus e Luana Santos
2/3 - Reinar Depois de Morrer_Margarida Vila-Nova ©Rui Mateus e Luana Santos
3/3 - Reinar Depois de Morrer_Margarida Vila-Nova e José Neves ©Rui Mateus e Luana Santos

D. Pedro e D. Inês de Castro deram origem a uma das mais trágicas e comoventes histórias de amor, explorada por escritores como Garcia de Resende, Camões, António Ferreira ou Agustina Bessa-Luís.

A partir de 5 de dezembro, este episódio histórico estará em cena no palco do Teatro Nacional São João (TNSJ), no Porto, e conta com Margarida Vila-Nova (D. Inês) e José Neves (D. Pedro) nos papéis principais, com João Lagarto a interpretar o rei D. Afonso IV, responsável pela execução da rainha póstuma de Portugal.

Reinar Depois de Morrer é uma encenação de Ignacio García a partir do texto de Luis Vélez de Guevara, uma peça em três atos que foi considerada uma das comedias mais representativas do século de ouro do teatro espanhol.

Com tonalidades intensamente líricas, Reinar Depois de Morrer – publicado em Portugal pela primeira vez em 1652 – encena um dos momentos da História em que a razão de Estado (a que hoje se poderia chamar uma razão politicamente correta) se opõe e se sobrepõe ao amor e à liberdade individual. A produção da Companhia de Teatro de Almada parte de uma adaptação de José Gabriel Antuñano e tem tradução de Nuno Júdice.

O espetáculo – para maiores de 12 anos – está em cena até 7 de dezembro: na quinta e sexta-feira, às 21h00; e no sábado, às 19h00. O preço dos bilhetes varia entre os 7,50 e os 16 euros.

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
pub
Outros títulos desta secção