Nacional
Fernanda Câncio perde queixa como namorada do primeiro-ministro
José Sócrates e Fernanda Câncio (Lux)
Redação Lux em 14 de Novembro de 2009 às 21:35
A Comissão da Carteira Profissional dos Jornalistas indeferiu um recurso de Fernanda Câncio em que a jornalista contestava o facto de ter sido designada na imprensa como «namorada do primeiro-ministro».

A queixa contra os jornalistas Pedro H. Gonçalves (Correio da Manhã), Amélia Moura Ramos (SIC) e Carolina Reis (Expresso)foi arquivada. A Comissão entendeu que a matéria em causa era do conhecimento público e de interesse jornalístico.
Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
pub
Outros títulos desta secção