Internacional
Irene Pinheiro em 2009-09-18 13:29
Patrick Swayze deixa carta de amor à mulher

Patrick Swayze deixou uma carta de amor endereçada à mulher, Lisa Niemi. O testemunho vai ser incluído na biografia do cantor intitulada «The Time of My Life», que será lançada a 29 de Setembro, nos Estados Unidos.

O «espírito do amor» manteve até ao fim a paixão pela sua companheira de sempre, com quem esteve casado durante 34 anos. O sentimento ficou expresso na comovente carta que lhe deixou. Alguns excertos da mensagem foram lidos, ao vivo, no programa «Good Morning America», transmitido pela Rede ABC.

«Agradeço-te por teres escolhido amar-me. Sei que foi, por causa de ti, que encontrei a minha alma e tornei-me no homem que sempre quis ser. És a minha mulher, amante, amiga e senhora. Sempre te amei, amo-te e vou amar-te para sempre».

Além da declaração de amor o actor recorda a forma como conheceu Lisa, aluna de ballet na academia de dança da mãe do actor:

«Gostava de observar as alunas da minha mãe durante as aulas de dança. Era como estar numa loja de doces. No entanto não ias muito na minha conversa. Passávamos metade do tempo, nos nossos encontros, em silêncio porque achavas que estava a representar».

Patrick Swayze foi considerado um galã na década de 80 e 90, mas manteve-se fiel à mulher com que esteve casado durante 34 anos.

Veja abaixo um vídeo do casal a dançar ao som de Whitney Houston durante os World Music Awards, em 1994





Os dois conheceram-se na academia de dança de Patsy, mãe de Swayze. Lisa tinha na altura 14 anos. Assim que percebeu as tentativas de aproximação do filho a mãe de Patrick Swayze não hesitou no aviso: «Mato-te se a fizeres sofrer».

O actor foi bastante paciente até porque Lisa nunca lhe facilitou a vida: «Tivemos vários encontros em silêncio (..) Era a mulher mais brilhante e atraente que conhecia».

Algum tempo depois mudaram-se para Nova Iorque. Patrick Swayze queria ser bailariano. Lisa acompanhou-o e passaram a morar juntos. O romance só foi consumado um ano depois: «Só nos envolvemos fisicamente quando percebemos que a nossa relação era realmente séria». Lisa foi a segunda mulher com que Swayze dormiu.

O casamento realizou-se em 1975 mas nunca perdeu o romantismo. Os amigos viam-nos como almas gémas e Patrick afirma que não tinha «tanto respeito por um ser humano como tinha por ela».

O casamento sobreviveu ao sucesso do actor que no auge da sua carreira só conseguia sair de casa acompanhado de seguranças. O período mais tremido da relação registou-se no momento em que o Swayze não resistiu ao álcool e drogas. Lisa ameaçou-o de abandono do lar caso ele não se tratasse. A ameaça cumpriu-se após o suicídio da irmã Vicky, altura em que o protagonista de «Dirty Dancing» acabou internado num centro de reabilitação.

Reconciliaram-se e a bailarina foi o grande suporte do actor quando este sofreu um acidente de cavalo e ficou bastante maltratado. Juntos, também superaram os dois abortos de Lisa sofridos em 1990 e 2005.

Nos últimos dois anos de luta contra a doença foi ajudado por Lisa a escrever a biografia.

Renovaram os votos de casamento, em Junho, deste ano. Na cerimónia Patrick surgiu montado num cavalo branco. Um verdadeiro príncipe encantado dos tempos modernos.

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
Mercado