Internacional
 com AA em 27 de Fevereiro de 2017 às 00:00
Óscares 2017: A manifestação silenciosa que marca a passadeira vermelha

Em noite de festa, vários atores têm usado a passadeira vermelha dos Óscares para manifestar a sua opinião acerca das mais recentes alterações políticas nos EUA:

Várias estrelas optaram por usar um laço azul ao peito em apoio à União Americana pelas Liberdades Civis (ACLU, em inglês).

Óscares 2017: Veja a passadeira vermelha!

Esta organização anunciou recentemente que já recebeu cerca de 600 mil novos membros e doações de quase 80 milhões de dólares desde que Donald Trump foi eleito Presidente dos Estados Unidos. “Há um sentimento real de urgência mas o que é realmente importante é que as pessoas estão a tomar atenção”, comentou o diretor executivo desta associação, cuja missão é proteger as liberdades individuais dos cidadãos e que tem sido um dos principais rostos da contestação às medidas tomadas e anunciadas pelo novo Presidente norte-americano.

Só nos dois dias a seguir à proibição de entrada no país por parte de cidadãos de sete países predominantemente muçulmanos a UCLA recebeu 24 milhões de dólares em doações dos membros que agora duplicaram o número para cerca de 1,2 milhões.

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
Mercado
pub
Outros títulos desta secção