Nacional
Carrilho e Bárbara Guimarães: Julgamento do caso de violência doméstica adiado
Bárbara Guimarães e Manuel Maria Carrilho - Lançamento de «Pensar o Mundo» Foto: Artur Lourenço/Lux
Redação Lux em 9 de Janeiro de 2019 às 11:41

A primeira sessão de julgamento do caso de violência doméstica entre Manuel Maria Carrilho e Bárbara Guimarães agendada para esta quarta-feira, 9 de janeiro, em Lisboa foi adiada para o dia 30 de Janeiro.

Recorde-se que em Dezembro, o Tribunal da Relação de Lisboa mandou reabrir o julgamento do caso, aceitando um recurso do Ministério Público.

Manuel Maria Carrilho foi absolvido há um ano do crime de violência doméstica e de 22 crimes de difamação.

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
pub
Outros títulos desta secção