Nacional
Redação Lux em 16 de Junho de 2019 às 10:00
Fotos: Cinco meses depois da morte de Joaquim Bastinhas, família presta homenagem com exposição no Campo Pequeno

Cinco meses após a morte de Joaquim Bastinhas, a família reuniu-se no Campo Pequeno para a inauguração de uma exposição de homenagem ao Maestro. A viúva do cavaleiro, Helena Nabeiro Tenório, foi a curadora desta exposição, que percorre a vida do cavaleiro, destacando momentos especiais da sua carreira.

A exposição precedeu uma corrida de toiros também de homenagem ao cavaleiro, em cujo cartel figuraram João Moura, os forcados amadores de Portalegre e da Chamusca e o filho do homenageado, Marcos Tenório Bastinhas, que não conteve a emoção no tributo.

“Confesso que tive de respirar um bocadinho para conseguir partilhar convosco tudo o que senti, tudo o que continuo a sentir... há três anos que não ia ao Campo Pequeno, nunca imaginei que quando voltasse a aceitar tourear em Lisboa que seria assim, sem o meu pai fisicamente presente, digo fisicamente porque, na verdade, nunca o senti tão próximo como ontem, sentia-o comigo, sentia-o a vibrar, a incentivar-me, a comemorar comigo após cada lide. Dizem que ontem fui Bastinhas, pois eu digo que sempre fui, nunca poderia ser de outra forma, ser educado por ele foi a maior aprendizagem da minha vida, sei que está orgulhoso de mim, sempre esteve, e eu sei! O meu pai! Ontem a noite também era dele, por tudo! E foi!”

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
pub
Outros títulos desta secção