Internacional
Redação Lux em 7 de Maio de 2019 às 11:56
Casamento e coroação do rei da Tailândia com pompa e intrincados rituais

O rei tailandês Maha Vajiralongkorn, de 66 anos, casou-se com a vice-chefe da sua segurança pessoal, a general Suthida Vajiralongkorn Na Ayudhy, de 40 anos, numa cerimónia surpresa - que misturou pompa cintilante com rituais religiosos solenes - e concedeu-lhe o título de “rainha”, no dia 1 de maio, três dias antes da sua coroação oficial.

A ex-comissária de bordo foi nomeada em 2014 pelo então príncipe herdeiro como vice-chefe da unidade de guarda-costas e promovida a general em dezembro de 2016. 

As tradições reais dizem que o rei deve ser considerado uma divindade, e com base nisso, o rei manteve-se elevado, sentado no trono, mais alto do que todos os demais, incluindo a noiva que rastejou e rezou a seus pés.

Este é o quarto casamento de Vajiralongkorn, que é pai de sete filhos, duas raparigas e cinco rapazes e tem sido associado a escândalos de “devaneios amorosos” e em “crueldade para com os filhos”.

O rei e Suthida vivem entre a Tailândia e Munique, na Alemanha, onde Vajiralongkorn tem uma mansão no valor de 12 milhões de dólares.

Vajiralongkorn foi coroado no dia 4 de maio numa sumptuosa cerimónia no Grande Palácio Real, em Banguecoque, que custou cerca de cerca de 27,9 milhões de euros. Sucede a Bhumibol Adulyadej, o rei histórico que esteve no trono durante 70 anos e que morreu em outubro de 2016.

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
pub
Outros títulos desta secção